quinta-feira, 30 de julho de 2009

quarta-feira, 29 de julho de 2009

segunda-feira, 27 de julho de 2009

LA MUERTE CHIQUITA

Foi no seu sexagésimo oitavo aniversário que Ernesto D’India Perez y Mendizabal, alcaide de Santa Maria del Azúcar demandou a selva, rio acima, sem qualquer destino. Sozinho numa canoa, assediado pelos mosquitos zarpou de Angostura num dia de terramoto. Dos mortos, edifícios em escombros e dos gritos não fez caso e empacotou algumas vitualhas, armas e a sua catatua branca. Ainda lhe acenaram da margem os padres jesuítas em frente da igreja branca no meio dos palmares e passaram por ele três índios curiosos. Dele nunca mais se ouviu falar mas o seu nome é lembrado nas histórias da demanda do ouro e da prata do Alto Peru. Passeava-se diariamente na Plaza Maior com uma desproporcionada cabeleira de crina, que se dizia empapava muito suor e que criava piolhos, sapatos de fivela de prata, sobrecasaca e bengala e gritava cheio de rum, impropérios ao vice-rei e aos padres. O seu séquito de criados e crianças escravas era numeroso. Foi uma delas com três anos e meio, diz-se seu filho bastardo, que foi levada por um condor às matinas do meio da praça, ante o olhar atónito de todos e que foi no dia seguinte visto alcandorado e sem tripas no campanário plateresco da catedral. Cantou-se que coisa mais triste não há e o pequeno mulato foi embalsamado de manto e cartola e colocado num altar como Menino Jesus, ao lado da Candelária. A mãe, uma mestiça da cozinha, entrou no mar abraçada a um retrato do Arcanjo Gabriel e nele se perdeu antes que Ernesto a alcançasse.


quinta-feira, 23 de julho de 2009

CONA

quarta-feira, 22 de julho de 2009

segunda-feira, 20 de julho de 2009

SEXO NA LUA



Da minha parte, tinha quatro anos e ainda espreitava por debaixo do televisor a preto-e-branco para ver onde se escondiam as pessoas, mas lembro-me muito bem do apresentador português (José Mensurado), do modelo do módulo Eagle 1 que tinham em cima da mesa no estúdio da RTP, dos vizinhos sem TV todos lá em casa amontoados no sofá e de não conseguir perceber as imagens esbatidas que a câmara com o emissor de 7W ia transmitindo. Foi certamente o maior feito da Humanidade e sempre que penso nisso emociono-me um bocadinho. No entanto, acho que uma parte da história do que aconteceu na Lua ficou por contar. E para quem quer sabê-la, aqui vai.

NEIL – ‘Nice set of balls you have, Mike’
MICHAEL –‘You’re not so bad yourself, Neil. Let me grab ‘em, please…’
NEIL –‘You mean, grab my nuts? Wait. ‘Houston, we stand by for a few minutes for …some prayin’, over’.
HOUSTON – ‘Roger, Eagle 1 we stand by. Over’.
(…)
NEIL –‘The Eagle has landed. Over.’
MICHAEL – ‘Golly, yeah, for god sake land, land!...huh…aahhh…
BUZZ- ‘What the heck?... for Christ sake, WHAT in jesus name is going on here? I am to report this down there!...Lord, faeces squirting to the side!’
NEIL – ‘We were too nervous. Landing on the moon and all, see?’
BUZZ- ‘ Get your moronic, motherfuckin’ debased, faggot asses the hell out of here! Out of the ship! Out!...’
M. – ‘Sorry. No can do. I just broke my back. Tell you what; it’ll be our little secret, here in this mountain.
B. – ‘I don´t give a damn about that. You came here to ‘small step to man’ and stuff, so now do it! Get your astronaut suit and helmet and scram the fuck out of this ship! Beat it, now! And besides, we landed on the Sea of Tranquility, not in some mountain, you spaced morons!...(…) No, wait. I’m having second thoughts. How about a ‘little train’ before stepping out, huh?...Nice muscles and nice buttocks you guys have. Let me fondle you a bit’.
H. – ‘Eagle 1, do you copy? Over...’.
BUZZ – ‘Hum…let me have my mouthful with your huge furry bullocks, Buzz. Squirt your load of scum in my rectum’.
H.- ‘Eagle 1, please acknowledge. You micro is on. You’re on the air to the whole godamn Earth. Over.’
N. – ‘Oh yes, please shove your one-eyed trouser snake down my ass, yes… Ouch, Buzz please go slowly. Watch out for my rectum carcinome. It’s hurtin me’.
B. – Sorry, man. I’ll do it slowly. Step by step. A small step to (crackle, crackle)… man,…( crackle)…a giant leap for Mankind’.
H. – (…).
N. –Would you like to come to my place, bouncy bouncy?’.
B- ‘My nipples are exploding with delight’
M.-‘You have beautiful thighs’.
N. – ‘I am no longer infected’.
B. –‘I ejaculate in thy blissful mouth and a wretched soul, bruised with adversity,
We bid be quiet when we hear it cry;
But were we burdened with like weight of pain,
As much or more we should ourselves complain.
M.- And thus I clothe my naked villainy
With old odd ends, stol'n forth of holy writ;
And seem a saint, when most I play the devil.
B.- Free from gross passion or of mirth or anger
constant in spirit, not swerving with the blood,
garnish'd and deck'd in modest compliment,
not working with the eye without the ear,
and but in purged judgement trusting neither?
Such and so finely bolted didst thou seem.’
H.- ‘Eagle 1, do you read me? Over, over.’
B.- ‘Some cum smorgasbord, huh?...’
M.- ‘Damn right’. Houston, we’re on the leave to the Moon now.’
H.- ‘Take your toothbrush, faggot’.
M. –‘Roger, roger’.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

hipnotizem-mos

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Facebroche


segunda-feira, 13 de julho de 2009

quinta-feira, 9 de julho de 2009

video

Toma!

terça-feira, 7 de julho de 2009

MORESCA



Um tema de Cristina Pluhar & L´Arpeggiata no disco 'Los Impossibles'. O diaporama é para esquecer. Só para ouvir.

The Rolling Stones - Gimme Shelter

Não quero que vos falte nada..........

Oh, a storm is threat'ning
My very life today.
If I don't get some shelter
Oh yeah, I'm gonna fade away.

War, children, it's just a shot away
It's just a shot away.
War, children, it's just a shot away
It's just a shot away.

Ooh, see the fire sweepin'
Our very street today.
Burns like a red coal carpet
Mad bull lost its way.

War, children, it's just a shot away
It's just a shot away.
War, children, it's just a shot away
It's just a shot away.

The floods is threat'ning
My very life today.
Gimme, gimme shelter
Or I'm gonna fade away.

War, children, it's just a shot away
It's just a shot away
It's just a shot away
It's just a shot away
It's just a shot away
I tell you love, sister, it's just a kiss away
It's just a kiss away
It's just a kiss away
It's just a kiss away
It's just a kiss away
Kiss away, kiss away

sexta-feira, 3 de julho de 2009

"Conheci uma gaija" e "Rapaz Viciado"

"A Net como meio de comunicação privilegiado entre a juventude. Dois contributos"





Eehh, toiro lindo...




quinta-feira, 2 de julho de 2009

Comunicado do fininhO (o arrebenta cus, inclusive o próprio de tanto cagar) acusado de auto eleito director do condomínio (ahahahahahahahaah)

(Redigido e difundido por um palhaço qualquer)


O cabrão do fino, fez este caralho de blogue como se fosse um post desbloqueador de comentários, visto o finado Varetafunda já não dar para as encomendas… não funcionava.
Depois de vários reptos à peida dos seus cungéneres e estes ficarem sempre quietinhos e quentinhos com uma piça qualquer no cu, e por isso nunca se chegarem à frente, o imbecil do fino um dia resolveu ver como funcionava esta coisa dos blogues, fácil… e pimba! saiu este Varetaphunda. O fiha da puta do fino logo enviou “convites a todos” INCLUSIVE a um atrasado mental no Norte… e a todos sem EXCEPÇÃO colocou como “administradores”, ou seja, toda a gente com poderes em pé de igualdade à sua, do “criador”, e porque um blogue só pode ser gerado por UMA “pessoa”, (como aqueles seres que se autofodem para se reproduzirem) e como o palerma do fininho não tinha nada no quentinho, calhou ser ele. Anarquia… como a cona da tia. Só convidados posteriores ficaram com privilégios reduzidos, e mais um e uma mais tarde... por causa da azia.
.
O fininho está a cagar chaves!
.
A Nua, o Bockarralho, o Sento, o Sr. Da Varreta, o Alheira e o puto da g3… são os actuais poderosos máximos… exactamente como o atrasado mental do finório era até aqui…
O fininho, auto retira-se (aqui sim, auto qualquer coisa…) da administração e passa a ser um simples morador… apenas com privilégios de postador… até quando a administração assim o entender. (porque de simples postador a apenas comentador, é um instantinho)

Violent Femmes - Add It Up (live)

317 comentários........acho que estava na altura de se fazer alguma coisa.