quarta-feira, 15 de julho de 2009

30 comentários:

Bock disse...

Fino, pá, o linque tá morto, mais morto que a cona da tua trisavó, pá.

Mas não cheira tão mal.

Primeiros, caralho!

ostia disse...

segundas, a mi me dice que error 404 not found
o coisa cóvalha

fininhO disse...

ora vejam lá otra vez

fpm disse...

O corno do caralho não anda a postar nada mal...


Bom dia, hã!

ostia disse...

o corno debe ser incomodisisisimo tenerlo ahi

bom dia F

fpm disse...

bom dia, lulu.

Anónimo disse...

Ostia Maria, pá, tu não dormes?

O fin0 anda muito nostálgico a recordar os dias da sua adolescência no início do século XX.

Bons dias.

Idesentarvosareflectirsobreosentidodavidaedecomoperderamavirgindadedoterceiroolho.

chOURIÇO

fpm disse...

The meaning of life, boa.

A malta anda muito cinéfila...

E filmes de dar ao stick?

fpm disse...

Duodini

Capuccino

Mano lo prestto

TUTTA L'ORQUESTRA!

fpm disse...

zumba
zumba
zumba
zumba
zumba

Boxck disse...

Essas merdas coladas
que saem janela fora
são altas paneleiradas
as que escreve o chÓra


vai colar palavrinhas pá cona da tia.

Lui, dá beset, dá.

Anónimo disse...

O Cocas tem um problema
com as frases compridas
Mas quando se muda o tema
para as pilas mais crescidas
deixa de se preocupar com isso
pois só lhe apetece levar c'o chouriço

Plim-plão!

chOURIÇO

bOCK disse...

dizes tu Plim-plão
Enquanto tocas uma zumbinha
A PENSAR NUM NEGÃO
DE TALO GROSSO E FARTA CARAPINHA

Anónimo disse...

Versejas para a direita
Versejas para a esquerda
Tu queres é pila feita
Mesmo de gente lerda
Tomares banho em meita
E chafurdares na...

Plim-plão!

chOURIÇO

Bock disse...

Merda não se escreve
ui que civilizado
tens muita verve
e o rabo escancarado

Nessa bufa de abertura absurda
Onde o monhé o preto e o eslavo
com a pissa chafurda
um gajo até fica parvo:

Como é que ele aguenta?
como é que não rebenta?

fpm disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Por falar em rabos abertos
Salta logo à memória o Cocas
Para além de trens de cozinha completos
Enfia para lá tacos e mocas

'Faquir' dirá muita gente
Mas tenho outra teoria
Como consome muita aguardente
Aquilo está sob anestesia

Admiração não deixa de ser
A quantidade de pretos virados que lá vão
Esporram-se todos depois de o fazer
Mas o gajo adora pegar d'empurrão.

chOURIÇO

fininhO disse...

(hoje não estou cá, amanhã também não e na segunda idem... estarei algures às putas)

fpm disse...

Oh, não vai cá estar, ooohhhh...

Bock disse...

Tens a mania que és esperto
a mania que és inteligente
mas nesse esgoto a céu aberto
malha tudo quanto é indigente

Tens muitas falinhas rimadas
muita conversa de chacha
muita conversa fiada
vê-se bem que não és de pachacha

Não és de bernarda
não és de grelo
curtes é ter a bufa esburcinada
que depois desinflamas com gelo

Mas tem cuidado oh Saduceu
já to disseram outros e adrede,
E agora digo-to eu:
Não uses meita para matar a sede.

bock disse...

Algures?

És mesmo panasca, pá.

fpm disse...

ahahahahah

bock disse...

(achaste graça a desinflamar a bufa com gelo, éfe?)


ah, ah, ah!!!!!!

fpm disse...

sandro, és um cão que não conhece dono, vai-te foder e acabou-se a cunfia.

Anónimo disse...

Rimas paneleiras é contigo
Eu escuso-me a fazê-las
Arrependo-me de te chamar 'meu amigo'
Pois gostas de marsapos até às goelas

Receio pela tua sorte
Sugando meita à litrada
Dizes que ficas mais forte
Tens a mente descompensada

Lambes e bates punhetas
Aqui, ali e acolá
Não gostas nada de gretas
Queres é brasileiros 'p'ra chupá'

Tou farto destes versinhos
Que só relatam desgraças
Vai abusar dos velhinhos
Enquanto abafas cabaças

chOURIÇO

bock disse...

Vozes de burro ao céu não vão
mas a ti vejo bem q chegar
á bufa, um falo de cão
Olha, e um caVALO A bombar!



Xalhezirte, chouras.

fica-te com esta, que tenho de me ir embora.

ariops, como diz o outro javardo.

fpm disse...

zc!

Sandro disse...

Fala para aí, imbecil do Marão.

fpm disse...

Imbecil é a puta da tua mãe.

Bock disse...

Ah, ah, ah!!!!!!


E a mãe da puta dele o que será????

Uma bardajona pela certa!