sexta-feira, 7 de agosto de 2009

É hoje mas é o caralho!




64 comentários:

fininh0 disse...

Assento da Sanita disse...

Ordinário.

Pensei que já estavas no cruzeiro 'rainbow' na sauna ou a jogar tenis em pêlo com os teus amigos.

Assento da Sanita disse...

2º e 3º

fininh0 disse...

... paneleiro

bock disse...

Afaguem-mo o pinto!








Quinto!

fininhO disse...

!

fininhO disse...

!!!

Bock disse...

Bai tu,

Por baixo da mesa, com um marinheiro paneleiro (des)vestido pelo Gaultier-fait-chier!

Assento da Sanita disse...

Naquela mala enorme eles levavam o quê? O lava-loiças? A sogra às postas para comer ao serão?

Bock disse...

Levam certamente um plasma de 715 polegadas, o leitor de DVD e o Pertátel para o chefe de família sacar porno e não obrigar a legítima a invocar más disposições por causa do excesso de sol apanhado umas horas antes no areal, a PS3 kitada com a versão mais recente do GTa para os putos de 4 e 7 anos venderem crack e ganharem pontos a matar velhas, violar mulheres polícias e subornarem freiras para que contrabandeiem coca da Colômbia oculta nas senaitas das noviças, e a tábua de engomar e a caixa da costura, para a patroa não se aborrecer, com um ferro de engomar munta manhosos para demorar o quádruplo do tempo a engomar.



Ah... e uns exemplares do Antigo Testamento e da Fístula de S. Paulo por causa dos Romanos, claro.

Assento da Sanita disse...

ah...ok. Não levam a empregada equatoriana para tirar as espinhas às sardinhas, pôr os meninos a cagar e rapar os pêlos das virilhas da patrôa?

Dum Dum disse...

Com a cabalística não se brinca.

Bock disse...

Não, pá,
Acho que levam antes uma filipina, porque os dentes da equatoriana ficavam sempre presos por dentro, no fecho da mala.

Além disso a filipina, conquanto a deixem ir uma vez por ano a Fátima em Jejum não pede nada em troca, para além de um pouco de pão e água e um selo para mandar uma carta aos 4 filhos que deixou a numa barraca nos arredores de Manila.


(eish)

15/10.

Bock disse...

...dizes tu!


...dizes, mas não praticas, que eu bem te vi hoje de manhã a rondar as cavalariças do Hipódromo do Campo Grande, a ver qual era o equídeo com mais tesão dita de mijo.

Ias praticas neles a cabalística aplicada, bem agarradinho à Tora, confessa!

Assento da Sanita disse...

Tora? Não, à Tânia!

Velho da Zundapp disse...

Eeeiiishh! O padre Feytor Pinto em 1926 já escrevia anúncios para a "Kodak"!

Nojo!

Assento da Sanita disse...

O Padre Feytor Pinto, esse paneleiro????

Assento da Sanita disse...

O Padre Feytor Pinto teme pandemia de gays.

Velho da Zundapp disse...

Teme? Mas ele toma muitas vacinas caboverdianas!

(pobreza!)

Assento da Sanita disse...

Sim, é a nova vacina MeitaFlu.

Dum Dum disse...

Portugal precisa é de um padre Inácio em cada esquina.

Assento da Sanita disse...

Portugal é uma pestilenta poça de água benta.

Dum Dum disse...

Água sebenta?

Dum Dum disse...

Água benta=H2$O

Assento da Sanita disse...

Uma poça de mijo de padre maricas na pia da água benta com uma caixa de esmolas cheia de preservativos.

PADRINAZIO disse...

tambem não exageres que si tenho que estar en cada esquina e munta trabalho



p.d : finOcchiO te odio por ires de ferias agora que outros as findan

ostia disse...

vas de cruzeiro ,não vas marikita?

espero por tu bien que não seja pelo mediterraneo porque é tudo rapaziada de berrantinhos italiani pelos elevadores, pizza 24 h ,propinas (esmolas?)e animaozinhos feitos com as tovalhas, pendurados pelos cuartos :
macaquinhos, elefantes e ursitos pandas

e tambem bailes de salon : chachachás e por ahi fuera

fininhO disse...

vou de férias masé o caralho!

ostia dá a bufa, dá...

Assento da Sanita disse...

Já te fazia em Mikonos à pai Adão só com uma toalha arco-íris ao ombro, por acaso.

Bock disse...

Ah, ah, ah!!!


já ias mas era para uma certa e determinada gruta na seráfica Ilha de Patmos, meditar na extraordinária contrariedade entre o que escreves e o que praticas.

Routo!

Velho da Zundapp disse...

E a subir as encostas de Santorini montado num burro, guiado por um rapaz grego tisnado pelo sol, cabelo encaracolado, peitorais firmes de nadar nas águas do mediterrâneo, descalço, envergando uns calções rotos e uma camisola de alças às riscas brancas e azuis, habituado a seduzir alemães gordos sebentos e encharcados em ouzu.

Bock disse...

ahhhhh, pá, o VedaZ, atina lá, estás a dar um coche de bandeira.... essa descrição é demasiado realista para ter saído da tua mente (porca, certamente).

A malta aqui duiz estas coisas, mas pá, não são experiências sujeitas a comprovação empírica, tás a ver?

Assento da Sanita disse...

O efebo paneleirote e sugador de marsapos começa com 'B' e acaba com 'k'?

Bock disse...

Balak?


Não sei quem seja...

VedaZ, chega-te à frente, pá, já começaste a relatar experiências pessoais, agora ao menos acaba!

Bock disse...

Foram tantas e tão poucas do descendente dos espartanos, alimentado a figos, pão com azeitonas e uma ocasional anchovazita, que ficaste sem vedante, foi ou não foi, VedaZ?

Antes ires às ilhas, VedavaZ, mas depois, no regresso, VertiaZ!

Assento da Sanita disse...

Dengoso, queridinho com os velhotes, por uns dracmas deixa que lhe urinem no recto enquanto grita, por entre os pinheiros-mansos e as colunas jónicas 'Afgaristô, Herr Fritz!'

Velho da Zundapp disse...

... devo ter visto algo assim no "Mama Mia"...

Assento da Sanita disse...

E que os pançudos depois se lhe alimpem a meita emerdoengada nos caracóis.







Ai que nôjo. Cala-te cérebro traidor que enjoas o dono. Xô!

Velho da Zundapp disse...

Eu cá quando estive na Grécia não fui às ilhas paniscas! Fui ao Monte Olimpo e a Meteora, que apesar de ser uma região um bocado fálica está cheia de santos mosteiros!

Assento da Sanita disse...

Frades homossexuais a cantar kyrie eleison enquanto fazem fisting com o braço besuntado com pasta de azeitona.

fininhO disse...

Dom Visconti da Fonte da Telha...

Tadzios!

Velho da Zundapp disse...

Esses são os do Monte Athos, porque não permitem que as gajas entrem lá.

Velho da Zundapp disse...

Os de Meteora sobem e descem dos seus mosteiros empoleirados no cocuruto dos fálicos montes em cestinhos de verga(!), enquanto guincham histéricas por causa das vertigens das alturas: "Olhó turco! Porca!"

bock disse...

Ide sugar grossos e beatificados, ainda que ensarrados, marsathos.

Dimitri Panasqueu disse...

Monge que é monge sobe para a cestinha de verga com a cara levaaanntaaada!

fininhO disse...

então e que é feito do Zarolho, o carca que dá o cu a troco de meia dúzia de Zês?

careca, o que é que diZes acerca da polémica com menino Edgar Martins?

Petrónio disse...

http://farm4.static.flickr.com/3078/2748241100_c31745096f.jpg?v=0

Assento da Sanita disse...

Sim a verga é uma especialidade deles. Fazem cestos, vão à fonte e partem as cantarinhas.

Assento da Sanita disse...

Por falar nisso, já quebrava uma bilha.

fininhO disse...

vai comprar

Assento da Sanita disse...

Preferes loiça de Niza ou...?

fininhO disse...

toma

Petrónio disse...

Acaso viste Encólpio-finO que busca seu namorado Ascilto-bock para lhe enterrar o punho até ao ombro no recto com chantili que tirou de uma salada mista com ele e que acompanhava sardinhas cozidas com esparguete que Gitão-sandro não comia pois gosta é de grossas sardas?

fininhO disse...

EXPOSIÇÃO

"EXERCÍCIO DE INVENTÁRIO: A PROPÓSITO DE DUAS DOAÇÕES DE OLARIA PORTUGUESA"


GRUPOS
Sujeito a marcação prévia
Duração | 50 min.
Público-alvo | a partir dos 4 anos | 5>25 participantes
Horário | 3.ª feira, das 14h às 17h | 4.ª feira, das 10h às 17h
Participação | Gratuita

Assento da Sanita disse...

ah ah ah ah

Petrónio disse...

'Eumolpo, quando servia em Pérgamo, seduz um jovem rapaz prometendo-lhe diversas prendas. Quando consegue finalmente concretizar a tão desejada relação sexual, a troco da promessa de um magnífico corcel, descobre que prometeu demais e não cumpre a sua promessa. Aborrecido o jovem ameaça contar ao seu pai. No entanto não há zanga que não possa ser ultrapassada, e uma noite, com muita arte e sedução, Eumolpo lá consegue que o jovem lhe permita satisfazer uma vez mais seus desejos. Apesar dos protestos iniciais e das ameaças de contar ao pai, o jovem indica a Eumolpo que, se quiser, pode voltar a possuí-lo. Eumolpo não se faz rogado e, cansado, cai a dormir. Mas o jovem adolescente, descobertos os prazeres do sexo passivo, quer mais, e Eumolpo, no meio de muito arfar e suspirar, lá consegue arrefecer pela terceira vez os ardores do moço, caindo outra vez logo de seguida em sono pesado. Passado menos de uma hora é de novo acordado: "Porque é que estamos parados?" pergunta o jovem. Agastado e estafado, Eumolpo responde: "Ou dormes ou vou já contar ao teu pai."'

fininhO disse...

.

fininhO disse...

clop, clop, clop, clop,clop, clop...

Bock disse...

Cavalgadura!

Dum Dum disse...

Quer dizer,
ao longo da semana laboral andais por aqui encarnando* cronistas sociais, quais Carlos Castros rebarbados, não faltando sequer a transcrição de suculentos trechos do Satyricon.
Ao fim de semana metamorfoseai-vos** em Marias Elisas tão exaustas que nem um pum conseguem aqui dar.
Que falta de coerência!


*encarnando do verbo "encanar carne por detrás"

** metamorfoseai-vos do verbo "meter formosas piças por detrás"

Piçomiálgicos, é o que vós sois!

fininhO disse...

dum dum, cu cu...

Bock disse...

Falta de coerência é o meu nome do meio.

Nós, os gajos que gostamos de nos armar em intelectuais (de esquerda) (caviar!), somos assim, previsíveis como as estações do ano antes do El ninho, aquecimento global e essas merdas assim, esquisitas e modernas.

ostia disse...

El ninho não se diz ahi O-menino?
que curioso

Bock disse...

Não, pá, decididamente, não percebes patavina de português.
Aqui é mais "O Cabrão do Puto".