segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Festas Felizes




47 comentários:

ostia disse...

as festas de natal são uma boa mer**

prontos!

não aguentaba +

bOCK disse...

São sim senhora.

FUCK CHRISTMAS, I GOT THE BLUES.


Abaicho a cuadra natalíssia!

Viva, os pastéis de grão debico.

Lui, se fais fabuoure faiz-me um grãode bico!

Anónimo disse...

agora va el maronês e te arranjas com ele ,
que te será mas fácil explicar-lhe como é que queres os garbanzos

que eu não percebo um carajo de português

:-)

Bock disse...

fininh0 consumista.

O que não t'haveras de divertir a levar no cu no banco de trás daquelas bagnoles, ou quoi, hã? hã? hã? Com a suspensão pululante, ou quoi, hã????

Anónimo disse...

fininhO comunista.

lo sospechaba

ostias disse...

bock te estas clonant tu mateix?

g2 disse...

Vivam as filhós e as bainhas de grão!

Que se f..piiiiiiiii o dia de Natal!

g2 disse...

fininh0 cusumista?

Por dios, no lo creo...

ostia disse...

filhoses ... mmmm

Me disse...

e o bolo do rei???
UI!!!

idevospanharnorealbolomalamassado.

Prontes.

Assento da Sanita disse...

'Sabem qual é a semelhança entre uma árvore-de-natal e um padre? Não? É que ambos têm bolas só para enfeitar!' Ah ah ah ah ah!

Assento da Sanita disse...

Espírito de natal é enfiar no recto as cenouras-nariz dos bonecos de neve e voltar a colcocá-las para as crianças pararem de chorar.

Assento da Sanita disse...

Natal é: dar esmola a um atrasadinho, para ele nos encher de beijos e nós apanharmos herpes.

Assento da Sanita disse...

Espírito de natal é tirar o talo de couve do cu para depois cozer com o bacalhau.

Assento da Sanita disse...

Natal é meter os filhos na Casa-pia para sempre, pôr uma nota de cinco euros na caixa de esmolas pelas alminhas e emigrar para o vaticano para viver com um homem de saias.

Assento da Sanita disse...

Ideias para contos de natal:

-'Dagoberto retirou, com um sonoro ‘ploc’, o talo de couve que tinha enterrado no recto; juntou-lhe uma bela posta de Pascoal e meteu tudo na panela.'

-'Pai Natal defecou no barrete vermelho natalício e ejaculou tanto no anús da rena Rodolfo, que até se lhe acendeu o nariz'.

-'O pobre orfão abriu com impaciência o embrulho e viu, de lágrimas nos olhos, que o Pai Natal lhe tinha oferecido uma piassaba pouco usada e (quase) bem lavada'

g2 disse...

Estás eufórico, ADAS. Porquê?!

Bock disse...

Pios... ahhhh.... res de clonatges, era jo mateix da silva, Lui.

Tinha tomado uma estranha mistura de Valdispert 145mg (sim, é verdade, acabou-se aquilo de enfiar 6 valdisprts de uma vez, agora na nova versão reforçada, com 2 já se faz a fesa!), vodka de alho francês, castanhas assadas que começaram a fermentar na vodca, e ainda uma beca de bolo podre dos Açores, mais umas fatias de abacaxi. Como estava meio indisposto ainda lhe mandei com uma aspirina diluída de coca cola e um pacote de mentos mais 2lt de sprái.

Cenas que acontecem.

fpm disse...

Lindo, o Mercedes.

Bora dar uma vega, luí?

O fininhO conduz e nós vamos no banco de trás.

Bock disse...

Ieue curto éie um bom grãunde bico.

fpm disse...

Ya-ie!

fpm disse...

U que tu queres sei-e eu-e, Bóque! Bai mazé cumer um cagalhón-e!

Bock disse...

Sabes, sabes, e sabes porque eu disse: é um grãode bico!!!!!!

fpm disse...

Ui, um gránde bico!

fpm disse...

Sarapico pico pico
o que agora sabia bem

era um gránde bico!

fpm disse...

pim pam pum
cada bola mata um
prá galinha e pró perú...


E o fininhO anda a levar no cu!

Clister Colaço disse...

Sinto-me apertado.

fpm disse...

Compra um Mercedes Benz quisso paça.

Bock disse...

Pra desapertar a bufa prá canzana
bresunta-lhe abundância de melaço
Mas não esqueças, oh Colaço
o melaço é de cana

Cana verde.
E rija.
mais cedo ou mais tarde
se nã'sguicha... mija

Sandro disse...

Éf,

























































































NA PEIDA.

fpm disse...

Obrigadissimo mas declino.


Atentamente,

Pró Caralho Que & o Foda.

Sandro disse...

Éf,

























































































DECLINA-TE PRÁ FRENTE APOIA AS PATAS NO CAPOT E DEIXA-O ESCORREGAR....... PRA DENTRO DA PEIDA.

Sandro disse...

Brockas,








































DEIXA-MIR-TE.

Dum Dum disse...

Natal é sonho, é rabanada
é bacalhau e fatias doiradas.
Bacanal com chuva doirada,
bordas lassas e enfeitadas.
É Natal
na tal
naquela
e coiso
e tal
Natal

(um singelo poema feito agora mesmo por moi-même
em cima do joelho

de uma tipa que ia sentada à minha frente no metro entre rossio e picoas
(eu rossi-o e ela picoas)

mas escrito por inspiração divina e imbuído pelo espírito natalício do orifício da sanita com assento, mas sem tampo
e sem tempo para aqui vir avaliar os vossos lassos virtuais
(cus)
pois também eu acho que todos os cús e anús deviam ter um assento, mas com tampo, numa empresa, instituto ou direcção geral,
e tal
porque é Natal

fpm disse...

dum dum, consegues ser AINDA mais paneleiro que o sandro! pensei que era impossível...

Sandro disse...

ÉF,


































































IMPOSSÍVEL É TU PENSARES............BURRO.

Bock disse...

Sandro, que merda de mania é essa de deixares 3000 linhas vazias antes de escreveres o que quer que seja?
Achas que essa merda traz alguma coisa de útil?
É pelo efeito dramático do suspense?
Mas qual suspense, caralho? Já toda a gente sabe o que daí saí! É que queres levar no cu do éfe, ou que queres fazer uma mamada ao éfe, ou assim, é sempre a emsma conversa, caralho, já nem arte e emoção!
Maneiras que deixa-te de suspenses. Não vale a pena.

Dumdum, que 'limdo' poema. Qie é feito de ti, antro de toxicidade?

Sandro disse...

Dum Dum,




























































dá-me a tua rabanada
Toma as minha fatia doirada
deixa-me mijar-te para cima
vou ao cu ao panão
para que fiques com a testa enfeitada

Sandro disse...

Brocas,




































ARTE E EMOÇÃO.............

Sandro disse...

......... és tu aos pulos em cima do Panão.

Sandro disse...

de cona, nas putas, de vrrrruuummmmmmmmmmmm como diz o outro paneleiro.

Sandro disse...

ah,


























































































































.

Dum Dum disse...

Sändro Brüno, essa abertura e lassidão entre as bordas das frases, apesar de dispensar lubrificante, não garante uma penetração satisfatória.

Sändro Brüno disse...

ENTÃO OLHA, FODE O PANÃO SEMPRE É MAIS APERTADINHO.

Bruna, a puta do Sandro disse...

a mim, amim, dei uns pontos e estou mesmo apertadinha.

Bock disse...

Foda-se, que lassidão, mas d'a moral.

Feio Estúpido e Mau disse...

Um bocadinho menos lasso, queria o sr. paneleiro Sändro Brüno dizer.