quarta-feira, 12 de maio de 2010

Raispartam esta merda...


Não sou hipócrita (mas em querendo sou, parafraseando uma nossa querida amiga).
Por isso, não me peçam para apoiar, incondicionalmente, a selecção de futebol, que dizem ser nacional. Não é nada; é a selecção da Federação Portuguesa de Futebol. Mai'nada! Porque há (e temos aqui dentro um exemplo) quem não se reveja, nem se sinta representado, por uma equipa de gajos a jogar à bola. Eu, por exemplo, posso ser fã do badminton, seja na variante de 3, de 5, de 7, ou de 11, isto para só nomear as variantes dos números primos. Porque também as há de pares, dois gajos com dois gajos, duas gajas com duas gajas, dois gajos com duas gajas e duas gajas com dois gajos. E por aí fora...


E não me peçam nada para a bola, porque aquele cromo queirosiano com cabeça de melão, resolveu brincar aos seleccionadores e fez coisas que me desagradam até ao tutano mais íntimo!
Não aproveitou a natural motivação dos jogadores do Benfica e não convocou o C.Martins, nem o R.Amorim, nem o Quim. Não aproveitou dois bonecos da bola do Sporting, o J.Moutinho e o A.Carriço que, sem serem jogadores extraordinários, são certinhos, pode sempre contar-se com eles. Em contrapartida, foi seleccionar um guarda-redes suplente do Porto e outro que joga em Chipre, ou na Turquia, ou lá onde raio é. E foi buscar uns inocentes desconhecidos a Lille (a quem? Sim, leram bem, a Lille) que é um clube da bola que há aí para o estrangeiro.
Depois, aquela rábula de convocar 50, para deles tirar, 3 ou 4 dias depois, 27. E agora já tirou não sei quantos e meteu outro que nem fazia parte dos 50 (devia ter pré-seleccionado 74, mais ou menos, para não se enganar).

De modo, que é assim: não desejo a derrota dos jogadores da bola, isso não. Mas não me peçam apoio nenhum, não vou cantar o hino, não compro amendoins para ver os jogos, não dou saltos no sofá, nem chamo nomes ao árbitro.

Mas, ao invés, se perderem, vou ao aeroporto (talvez eles, com a vergonha, aterrem na Covilhã, ou em Samora Correia, ou em Valpaços, sei lá...), vou ao aeroporto, dizia eu e dou uma "macheia" de murros naquela cabeça com feitio de melão, naquele cromo queirosiano, que faz conferências de imprensa via tv's, para mostrar que é bem falante... Grilo do ca...raças! estou cá com uma irritação...

E este texto é assinado por um entusiasta do badminton, do ténis de campo, modo feminino, e do voleibol, em feminino modo, também!

10 comentários:

estounua disse...

Primeiras!
Apoio-te incondicionalmente. Não gosto desta selecção por ter sido mal seleccionada.

Boa noite, miúdos giros.

g2 disse...

Segundos, claro!

Anónimo disse...

3º; e é um bom resultado...

Me disse...

Olé, Samora, Olé!!

Se cá vierem, levam logo encavadela do Samorense que até andam de lado. E se vierem por volta de 15 de Agosto, ainda fazemos umas belas largadas com eles.
OLÉ!!!!

:)

4ºs!!!

Bock disse...

HÃÃÃÃÃÃÃ??????????????





HÃÃÃÃÃÃÃ??????????????








HÃÃÃÃÃÃÃ??????????????











HÃÃÃÃÃÃÃ??????????????











HÃÃÃÃÃÃÃ??????????????













Não oiço, caralho!!!!!!
Não percebo, foda-se!!!
Não vejo, cona!!!!!!

Me disse...

SHHHHHHHHHHHHH!!!!

Pouco, baralho, oh!

Tão!?!?

MAU!!!

Me disse...

Foda-se!!!

Pouco barulho, oh!!

(é da hora... troquei-me toda... caredo!)

Me disse...

Vou-me mazé já embora antes que faça pior.
ARIOPS!!!

fpm disse...

Não vás já, tenho uma coisa para te dizer.

Zeca Galhão disse...

Apetece-me estabelecer um paralelo entra a ICAR e a Selecção nacional.
Estão ambas em risco de perder cada vez mais seguidores.
Uma pelas razões que toda a gente sabe (ou devia saber, mas faz orelhas moucas) e a outra, por não acertar uma decisãozinha que seja.