quarta-feira, 24 de março de 2010



«Recentemente, entre a poeira de algumas campanhas políticas, tomou de novo relevo aquele grosseiro hábito de polemista que consiste em levar a mal a uma criatura que ela mude de partido, uma ou mais vezes, ou que se contradiga, frequentemente. A gente inferior que usa opiniões continua a empregar esse argumento como se ele fosse depreciativo. Talvez não seja tarde para estabelecer, sobre tão delicado assunto do trato intelectual, a verdadeira atitude científica. Se há facto estranho e inexplicável é que uma criatura de inteligência e sensibilidade se mantenha sempre sentada sobre a mesma opinião, sempre coerente consigo própria. A contínua transformação de tudo dá-se também no nosso corpo, e dá-se no nosso cérebro consequentemente. Como então, senão por doença, cair e reincidir na anormalidade de querer pensar hoje a mesma coisa que se pensou ontem, quando não só o cérebro de hoje já não é o de ontem, mas nem sequer o dia de hoje é o de ontem? Ser coerente é uma doença, um atavismo, talvez; data de antepassados animais em cujo estádio de evolução tal desgraça seria natural.»

F. Pessoa – numa “crónica do tempo que passa”, de 1915

68 comentários:

Gonçalves, o abonado disse...

Ai que felicidade, ser o primeiro...
























...ela pode sempre masturbar-se depois.

Bock disse...

Bem apontado, Silvestre.
Palpita-me que deves foder menos do que gostarias.
Plo menos com a mesma gaja.






fin0: coerente do caralho, pa. Se tudo o que postas e verdade, entao porque continuar a levar no cu dessa forma repetitiva e insalubre, como se nao houvesse amanha?

Passa antes para os broches, pa! O cajo e o Fanan agradecem, de certeza!

Bock disse...

Olha, calou-se.

deve estar a usar as maozinhas como coadjuvante, para poupar um bocado os maxilares.

aposto que antes do verao os tens todos gastinhos de tanto mamar, oh fin0.

Depois levas uns parafusos e isso fica como novo, que e como quem diz, fica fino.

VD disse...

"ser coerente é uma doença". Mas quando se o é, é-se-o. E o fininho é-o.

Bock disse...

Olha a vaginasia esmaltada!!!!

mAIS UMA largada de fel e biles, ou interaccao - tipo - saudavel*?



O fin0 eh o que...?

Eh coerente?

Ou eh uma doenca?







*NADA aqui eh saudavel, mas prontos.
Se fosse, nao tinha piada.

fininhO disse...

Tá bem ó sabichona com dentes na cona... para ti, sou-o... vai uma trinca?

fininhO, o tira-dentes disse...

senta, VD... senta aqui na minha cadeira...

fpm disse...

Boa posta, finO.

fpm disse...

Vai levar no cu, finO.

fininhO disse...

vai tu

Bock disse...

Mau.
Mas isto a ideia nao era a malta tornar isto num bastiao de heterossexualidade e assim?

ja se andam a encaixar outra vez com'os caes?

Zeca Galhão disse...

Dois dias sem se esfregarem virtualmente uns nos outros era pedir muito, não era, ó cambada de chupa-pilas?

VD disse...

Era. Principalmente se for em ti;)
Mas se eu pedisse ao Fino um anúncio modess dos anos 50 aposto que ele arranjava...

AdaS, O Atento disse...

E uma esfrega de coágulos, os próprios durante o mênstruo, com objectivos de obter o paroxismo carnal? Não vos puxa?

fininhO disse...

puxa aí...

fpm disse...

Falem-me prá Sacor.

Assento da Sanita disse...

Então? Ainda não houve arrufos de ciúmes com a filipa?

fininhO disse...

porquê, tás com ciúmes da VD?

fininho, o tira-dentes disse...

(Obs. do caralho: o adas está com ciúmes do fininho com a VD)

Zeca Galhão disse...

Olhamesta cabralentejana....
Hão-de nascer-te (mais) dentes na testa, VD.
Aa,
a única coisa que isso puxa é um valente gómito, pá.

AdaS,
Ciúmes de quê, se a Pipinha é de todos?

filipa disse...

ahahahaha

fpm disse...

Arranjas o penso ou não, finO?

Assento da Sanita disse...

Com ciúmes da tripinha? Nah. Era só porque queria um bocado de sangue. Daí as postas de sangue menstrual coalhado, ´tás a ver, mom?

VD disse...

Tudo bem, borrego serôdio :)
Entretanto, enquanto eu escovo os dentes da testa, tu limpas o sebo que escorre da tua...

VD disse...

Entretanto, também considero que o acto de esfregar as beiças num coágulo de sangue menstrual leucocitoso pode ser uma forma de o adas exorcisar o fantasma da consanguinidade que o deve perseguir há gerações.

fininhO disse...

(ui, isto tá a ficar bom)

fpm disse...

Arranjem aí outro penso menstruado ao fiNo cu gaijo gostou.

Assento da Sanita disse...

É a tua mãe.

O único fantasma que exorcizo também se chama palhaço e é para descabelar, que é mesmo bezugo que eu arrepelo. Para aliviar.

VD disse...

Aqui está:

http://www.propagandasantigas.blogger.com.br/modess4.jpg

ahahah disse...

http://2.bp.blogspot.com/___QtP8_CASc/SjW73k-gnaI/AAAAAAAAAFo/bq4Gui8jdFk/s400/modess.jpg

Assento da Sanita disse...

Eu pensei que ainda punhas as tuas toalhinhas turcas a secar no estendal, mesmo ao lado de um sobreiro, enquanto debicavas um bocado de toicinho com pão de cabeça.

VD disse...

O cálice sagrado? :D

VD disse...

Bela imagem.
Aposto que é uma reminiscência de infância;)

Assento da Sanita disse...

ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah!...Diz lá outra dessas!

Krpan disse...

E a guitarra do Brian May?

Assento da Sanita disse...

E o bandolim do Mrian Gay?

sandro disse...

Éf,


















































Já sabes!

























































Podes levar no cu que não fazes filhos!
ahahahahahahahahahahahahahahahahahahhahahhhhahahahahahaahahaha

Zeca Galhão disse...

Com esta moda da vampiragem, não deve faltar muito até que zurzir uma bernarda sem sangue seja obsoleto e contra-natura...
Quais cenaitas imaculadas e com aspecto de 0 km. O que vai ter saída são as cenaitas badalhocas e cheias de coágulos secos, quais pingentes presos às fartas pintelheiras, que farão a sua reentré, mais ou menos na mesma altura.

Assento da Sanita disse...

Que imagem tãããoooo bonita...

AHAHAHAHAHAHAH!! Ri-te agora, ó mongo! disse...

Zeca, como é que conheceste a mãe do sandro?

VD disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
fpm disse...

...

Zeca Galhão disse...

Mas ao que vejo, tu sabes. E já deves ter deixado crescer a barba e tudo, para não destoares.

AdaS, O Atento disse...

Edite dentada.

Krpan disse...

A mulher do FêPêMê, por acaso, está hoje com o período.

Valha-nos o broche!
Por falar nisso, onde estás chOURIÇINHO lindo?

fpm disse...

Pronto, já sabem quem é o Krpan.

O que levará esta gentinha a voltar a um sítio onde já foram felizes?

Assento da Sanita disse...

Sinto aqui uma certa tensão pré-menstrual.

VD disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Assento da Sanita disse...

Não me comprazo em granjear o apreço de popias de banha menstruadas.

Zeca Galhão disse...

Rentrée ou reentré, é-me igual. Significa o piço a entrar na cenaita depois de vir cá fora respirar por meio-segundo. É assim como fazer snorkeling, mas em vez de ser um gajo no mar é o nabo na bernarda...

Zeca Galhão disse...

Ui, demorou quase meia-hora a levantar fervura....

Há que demore menos, é certo, mas não dá tanto gozo.

fininhO disse...

"This is a big fucking deal!", diz Joe Biden a Barack Obama

VD disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
VD disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
VD disse...

E agora, só para provar que Foucault não tinha razão...

fpm disse...

COERENTE, ESTE "COMENTÁRIO ELIMONADO", FODA-SE!

fininhO disse...

lá em casa? já tem...

fpm disse...

ELIMINADO, CONA.

fininhO disse...

Ai o caralho!

este mês já arranquei dois dentes por causa do minete...

fpm disse...

E vais arrancar o caralho????

Zeca Galhão disse...

FinO,
Arranja uma gaja que esteja dentro do prazo de validade, ora.

fininhO disse...

tenho de deixar de fazer minete à Adas, esfregar as beiças num coágulo de sangue menstrual leucocitoso, sabe bem mas estraga os dentes

VD disse...

:D

fpm disse...

APROVEITA AGORA, FINO!

sandro disse...

fino,




















































aprveita agora,







































que a mulher do panão está com a menstruação.

AHAHAHAHAAHAHAHAHAHAAHHAHAHAHAHAHAHHAHAAH!

fpm disse...

(eheheh)

PEPINA MAMAKI disse...

Então e onde é que anda a porca da pepina?

Zeca Galhão disse...

Éfe cinco