terça-feira, 23 de dezembro de 2008

NO NATAL, ESQUEÇAMOS JESUS



Estava Jesus dormindo nas palhinhas quando o burrinho se levantou e obrou copiosamente. Enroscou-se outra vez no canto, junto á manjedoura e adormeceu novamente. A vaquinha abanou o túrgido úbere e mugiu docemente, como que perguntando pela ordenha, que tardava. Mas como ninguém lhe acudia, voltou a adormecer. Na modorra quente do estábulo, José acomodou-se no monte de palha e voltou a ressonar. Maria, a mãe, pegou no menino e pô-lo ao peito. Em menos de um minuto dormiam os dois embrulhados numa manta de lã. Belchior, Baltazar e Gaspar dormiam a sono solto numa estalagem perto de Belém. Dormiam os camelos dos três homens sábios; dormiam os anjos no céu e deus, no sossegado canto cósmico do Universo parado, onde apenas cintilavam silenciosamente as estrelas sobre o ar frio. Dormia Herodes, embriagado, segurando ainda a sua taça; dormia Salomé e dormia João sob o céu do deserto; dormiam sobre as redes, alguns apóstolos que ainda não sabiam que o eram e também Saúl o cobrador de impostos; dormia uma cruz que um dia havia de suster o supliciado Jesus e dormia Simão de Cirene que o peso dela haveria de ter nos ombros; dormia uma esponja com vinagre e um par de dados, dormiam um ceptro de cana e dois soldados e dois ladrões. Dormia um homem crucificado ao contrário sob o céu de Roma e dormia Roma. Dormia um pregaminho que tinha escrito Iesum Nazarenum Rex Iudeorum, o Egipto e a Terra de Canã. As terras de Gog e Magog e a Babilónia, que já não existiam, também dormiam na memória dos homens e dos livros; e assim dormiam também uma estátua de sal, uma coluna de enxofre sobre Sodoma e Gomorra e um bezerro de oiro. Dormiram os papas, Carlos Magno, guerras santas, Jerusalém, pestes negras, sambenitos, fogueiras e autos-de-fé. E dormiram tanto tempo e sempre, sem nunca mais acordar, até que todos deles se esqueceram quando despertaram.

FINIS

8 comentários:

dum dum disse...

Só falta vir aqui a varina carina "apergoar" o seu "pregaminho" fresco...

Adorei o título do post!

fininho disse...

tá a dormir.

ostia disse...

eu o que adorei e o final

por fim um fim abierto a la esperanza infinita

Assento da Sanita disse...

pregaminho foi lapso digital. Digo e redigo: não rejevo os textos.

ostia disse...

rejevar que é o que é?

booberella disse...

Lerei quando chegar a casa. Tenho demasiado bules.

Tenham todos um bom natal com muita comida e bebes do bom e presentes também.

Beijinhos :)

Bock disse...

Caralhos ta fodam, AdaS.

:)

Anónimo disse...

Feliz Natal para todos.

tt