domingo, 14 de dezembro de 2008

Feromona - Psicologia

Ouvi os Feromona pela primeira vez numa tasca de Alfama a dar para o infecto onde me levaram o Vareta, o chOURIÇO e um certo Guitarrista.

O fumo cortava-se à faca. Na mesa ao lado, eram 2 ou 3 da manhã, uma típica família Alfamense, pai, mãe e filho com os primeiros dentes a despontar, tomava a bica e fumava uns SGês. A criança não: Mordia uns guardanapos (apanhados do chão, quiçá), babava-se, esfregava os olhos e andava por ali, com ar sonâmbulo.

Lá ao fundo, um grupo de travecas à paisana de tezes cerúleas(noite de folga?)bebia macieiras, vodkas e fumava em profusão. Dado que já estava familiarizado com as tendências de dois dos meus acompanhantes, não estranhei.

Nisto, um deles, já não me recordo de qual, saca de uma cassette (sim, uma cassette, e isto já se passou no Séc. XXI, mais uma boa razão para gostar de viver nesta linda terra) e pede ao dono da tasca que a ponha a tocar.

Entre o chavascal que os frequentadores da tasca faziam, a pobreza acústica do espaço e a provável má qualidade de gravação, o som era, previsivelmente, roufenho, baixo e apagado.

Mas eles conheciam a música e conseguiam acompanhar a coisa. Abanavam a cabeça e apreciavam a nova versão gravada naquela 'maquete'. Eu bem tentei, mas adrede. A única coisa que percebi foi que o tom da voz do gajo que estava a cantar se assemelhava ao de um dos convivas, e eu na altura, por causa dos niques e o caralho a sete, até pensava que ele só tocava guitarra.

Era o famoso Mustang. Refiro-me ao tema e não ao gajo, esse, era o vocalista dos Feromona.

Meses mais tarde, veio-me parar ao MP3 (o tema e não o vocalista) e recordei-me com agrado dessa noite. Ainda não saiu de lá (também, com a carrada de gigas que aquilo tem...).

Entretanto, os Feromona seguem a sua carreira e, pelos vistos, seguem em bom caminho: Em http://www.feromona.net/feromona_formulario.html pode sacar-se o disco, e à pala. Sugiro que aproveitem e o façam.

Eu fiz e dei com um belíssimo disco. Por fora, que o aspecto também conta (a fotografia é original e deZafogada), e por dentro.

Percebi porque é que os consideram numa das bandas mais significativas da nova onda do rock português.

E fiquei sem perceber (como dizia no outro dia o chOURAS, e bem) o que é que os Pontos Negros têm de especial para falarem mais neles do que nos Feromona. E já agora o Tiago Guillul mais o seu rock de inspiração católica, e outros que tais.
Francamente, também não percebo.

Leides e coirões, ficai com o videoclipe do primeiro single do primeiro álbum dos Feromona: "Psicologia".




PS: A Sra Enfermeira também não é nada de deitar fora...

45 comentários:

g2 disse...

Onde é que tu tens andado, pá?

Adorador de Feromonas...

Tch...

:)

Anónimo disse...

Sem qualquer tipo de brincadeira agora! Nunca tinha ouvido os gajos...mas conheço um agente de bandas meu amigo ( de bandas conhecidas ) que anda justamente à procura de uma banda dessas. Se algum dos presentes tiver o contacto destes "alucinados" que me faça chegar pelos meios normais. Pode ser o meu telefone...ou meu email.

E aproveito para dizer que para além do vídeo, curti PA CAR... a música! Muito bom. Parabens.

E um abraço!
Nuno aka Mimo ;)

Bock disse...

Miminho, pá...

Chuife! Até me comoves, poçaras. Já deve ser para aí o 2º comento que aqui deixas este ano!

Estás como os feromona: no bom caminho!

Este teu lindo e esperançoso comento só peca por não teres escrito CARALHO com as letras todas. Assim, tipo, de boca cheia.

Já agora: um abraço e leva lá daqui um sentido CARALHOS TE FODAM!!!!!

Bock disse...

Gê, eu ando por onde tenho de andar, por onde o serviço dos interesses da Pátria me leva, pá.

(Como se tivesses alguma coisa a ver com isso, olha os colhões do padrinácio!!!!!) :D

(lol!)

Anónimo disse...

Um abração Bock! :)
E CARALHOS TE FODAM TAMBEM PARA TI!
Se não falarmos antes...Bom Natal!
Mimo

Bock disse...

Que o Senhor te dê o triplo do que tão generosamente me desejas, mimosa.

E bom tAnal para ti também.

ostia disse...

vou a poner a esta banda en mi blog que é porreira e catita



bom dia

Bock disse...

É porreira sim senhoras.

Mete-a bem metida, lá no teu blogue, que, olha, nem calhando! também é um blogue bem catita. E muito janota.

Bock disse...

... bom dia!

Varina Carina disse...

BOM DIIIIAAAAAA, FREGUEEEEEEZES!



BÓGAS, SAFIOS, POLVOS, LULAS, BACALHÁU FRESCO, ATUM, ESPADÁRTE, CHÓCOS COM E SEM ELA, MECHILHÃO, LAMBEJINHA, AMEIXOA, ÔSTRA E CONQUIIIIIILHAAAAAAAAAAAAAAAAAAA


FRESCO, FREEEEEEESCOOOOOOOOOOO!!!!





(Ai, fodasse que tenho a bernarda tôda irretada)

fpm disse...

No género já ouvi pior, mas denota-se ali uma "colagem" descarada a um monstro que eu conheço que precisa de amigos. O rock é um género de música simples que muito boa gente gosta de complicar, sei lá...

Cona Mole disse...

É o próprio Marcos Aragão Correia que revela ao 24 horas esta sua faceta desconhecida. «Estudo parapsicologia há cerca de 10 anos mas nunca tinha tido qualquer visão até ao caso Maddie», diz o advogado assegurando ter visto o corpo da menina inglesa numa zona que, mais tarde, veio a identificar como sendo a Barragem do Arade, próximo de Lagos.

Na zona foram efectuadas buscas, que se revelaram infrutíferas. «Nesse caso cometi um grande erro. Revelei o que iria fazer com muita antecedência e o responsável pela morte da Maddie teve tempo para ir lá retirar o corpo», garante Aragão Correia.

A segunda visão surgiu-lhe no âmbito do caso Joana, quando se deslocou ao estabelecimento prisional para entrevistar o tio da menina algarvia, João Cipriano, condenado a 16 anos de prisão pela co-autoria de um crime de homicídio e ocultação de cadáver, segundo contou ao 24 Horas.

«Quando estava a falar com ele vi imenso sangue a escorrer pela cara abaixo, como se estivesse manchado por um crime hediondo», revela o alegado médium.

Embora convencido do envolvimento de João Cipriano no desaparecimento de Joana, Aragão Correia não tem a certeza que ela esteja morta, porque diz ter tido uma outra visão em que a viu a caminhar acompanhada por um casal.

Bock disse...

Uau.

Fantástico.

Cona Mole? Mas quem é que quer uma cona mole?

já agora lassa, também, foda-se lá...

Éfe: qual monstro, pá?


Varina: engoles, ou preferes pla narina?

fpm disse...

"O monstro precisa de amigos"

Bock disse...

Yá.Já tinha percebido à primeira, arre porra.
Mas fiquei na mesma.

Seja como for, todos nós precisamos de amigos. E com os monstros não deve ser muito diferente...

fpm disse...

É o nome dum cd, cona.

Bock disse...

Ahhhh!!!!!!!!!

Tá bem, prontos.

VD disse...

Bock,ainda bem que aqui estás!! (Estás?)

Achas que um colchão visco-elástico é uma boa compra?

VD disse...

É que eu preciso de comprar um colchão mas não sei que marca escolher...E estive a experimentar um visco-elástico,e realmente, tem-se com uma sensação de estar deitado nas nuvens, mas tenho receio que aquela porcaria comece a afundar rapidamente...Que é que achas, bockito?

Assento da Sanita disse...

Para quem quiser foder a mãe com mais impulso...

fpm disse...

dass...

Bock disse...

Pá, Ginásia, como sabes, tudo depende do que é que pretendes fazer com o colchão, quanto tempo lá pensas estar, acrescendo ainda que não deve ser descurada a TARA, que é como quem diz, quantos é que são supostos utilizarem o colchão, ie, 1, 2 ou MAIS.

Quanto a marcas, pazinha, poupa onde quiseres, na base, por ex, mas não compres colchões no IKEA e afins.
Eu cá tenho um da Conalunex e dou-me bastante bem com ele, mas não tem nada dessas porcarias badalhocas que tu para aí dizes. tem base de molas e depois uma beca de latex.

Ouvi dizer que já anda aí um material novo que ainda é mais melhor bom que o látex, vai na volta é essa cena viscosa (ou o caralho) que tás para aí dizendo.

Colchões só de latex, não gramo. Afundam demais, mesmo os mais rijos.

Pela parte que me toca, e se o quiseres para levar uma existência e um grau de desgaste, enfim, digamos que, e passe a redundância, niormais, então recomendaria molas e uma cobertura de outro material qq, tipo latex ou sucedâneos.

Tájaber?

de nada





(...baix'as calcinhas!)

Bock disse...

Se não forem niormais, pá, nesse caso, e atentos o elevado grau de desgaste do material, qualquer tábua ou prancha sem farpas, e forrada com um coche de espuma serve...

VD disse...

Thanks, Bock.
Estava pouco inclinada para as molas mas o teu comentário chamou-me à realidade. Mas aqueles visco-elásticos são realmente fabulosos. Hás-de experimentar...:D

Assento:
"Tem pensamentos nobres, não sejas fútil nem ingrato." (Cleóbulo)

Diza disse...

olha, olha...mudaram-se todos práqui...e deixaram o ...coisa às moscas...



seus feromonas...

Bock disse...

Pá, ginenta, é que além disso as cenas só viscosas, latéxicas, etc a 100% são bué da caras!!!!

Mas vouficar de olho na gosmose. Nhanhose... ahhhh.... viscosidade gosmenta... ou assim.

Anónimo disse...

Babilónia rules.

Bock disse...

Era eu, cona!

Assento da Sanita disse...

lui, já corrigi a posta do Che Guevara.

Bock disse...

AdaS, tás como os Feromona: no bom caminho.
Podes pegar no jumentinho de veiúdo entumescido e seguir o teu caminho pela Estrada de Damasco.

Bock disse...

Gaaaalileeeeiaaaaaaaa


A Beira do Mar da Galiléia


A beira do mar da Galiléia
Surgiu um homem tão lindo
O seu olhar era o céu
A sua pessoa o paraíso
Pisava sobre o que criou
E contemplava o que construiu
Só veio buscar o homem
Que do paraiso saiu
Salve Jesus, salve Jesus
Salve Jesus, Jesus

fpm disse...

Salvé, salvé, Bock do catano, tu querias era molhar o pé! ahahahah

luí disse...

mt bem Assento,
eso te honra.

;-)

Bock disse...

Molhar o pé?
Só se fosse em bernarda ensopada...

E ao passar a bernardinha, pus o pé
Molheeeei coa meia, pus o pé
Molhei coa meeeitaaaaaaaaaa...

Bock disse...

*a meita!

(quais meia...)

Bock disse...

Ele já não te ouve, lui, vai de jumento... na Estrada de Damasco!

ostia disse...

atão, os jumentos são surdos pios?

Bock disse...

Não, caralho, mas o bicho vai com pressa, e o AdaS já não te oue.

E o bicho vai com pressa porque já sabe a recompensa que o espera quando chegar às portas de Damasco - invariavelmente, vá rápido ou vá lento - o dono agracia-o com uma sesão de estocadas manuais no tal veiúdo entumescido.
Nunca falha.

É para ter qualquer coisinha para meter no café da manhã. Ele gosta de lhe chamar um Meituccinno.

Bock disse...

Dos amores do redentor
Não reza a história sagrada
Mas diz uma lenda encantada
Que o bom jesus sofreu de amor

Sofreu consigo e calou
Sua paixão divinal
Assim como qualquer mortal
Que um dia de amor palpitou

Samaritana
Plebéia de sicar
Alguém espreitando
Te viu jesus beijar
De tarde quando
Foste encolntrá-lo só
Morto de sede,
Junto à fonte de jacob

E tu risonha acolheste
O beijo que te encantou
Serena, empalideceste
E jesus cristo corou

Corou ao ver quanta luz
Irradiava da tua fronte
Quando disseste: ” - ó bom jesus,
Que bem eu fiz, senhor, em vir à fonte.”



Deus é Grande





(mas o meu piço é maior)*







*In, imaginário EnaPá2000

Nabucodonosor disse...

Saaaamaritaaaanaaaaaaaaa

lalalalalalalalaaaaaaaaaaaaaa







Juuuunto à Foooonte de Jacóoóóóó






(ah, Fadista, caralho, pá!)

Bock disse...

Isto é que vai para aqui uma animação, hein?????????




ah, caralho, que não comes nem um bogalho...

João Baptista disse...

CHOURAS = SALOMÉ

Sansão disse...

CHOURAS = DALILA

(MAS NUMA VERSÃO MAIS FEIA)

Dom Pichote disse...

CHOURAS = SANCHO PANÇA



(Mas ainda mais pançudo e sem saber andar de jumento, acha que o jumento é que tem de andar de chOURIÇO)

Bom dia, patifaria.

Bock disse...

POSTA!