terça-feira, 7 de abril de 2009

Este mundo está perdido



Quem quer que tenha dito a frase que serve de título a este arrazoado, esteve coberto de razão. Quem quer que a diga agora, tem razão. Quem quer que a avente amanhã, razão terá. “Este” mundo está perdido – porque o afirmamos individualmente. E o mundo de cada um é, por natureza, para se perder.

O Mundo, no entanto, o Mundo-Mundo, a existência neste planeta e além, está longe de estar perdido. Confesso-me, até, bastante mais optimista agora do que antes. Há uma espécie de harmonia perversa nisto tudo. Ou talvez não; seja como for, hoje deu-me para profetizar.

Agrada-me especialmente aquilo que vou vendo nas gerações mais novas. Imagino o arrepio que uma frase destas causará em muita gente mas é a mais purinha da verdades. Ainda me agrada mais aquilo que não vou vendo nas gerações mais novas.
Vamos por partes: a popularização e a facilidade de acesso às drogas leves, por exemplo, é um sintoma francamente saudável. O charro descomprime, relativiza e expande a consciência. A estúpida noção de “importância” fica saudavelmente esfumada com uns bons bafos. Ou seja, a minha esperança é que os mais novos vão gradualmente percebendo que pouco ou nada é urgente.
Outra parte: a linguagem. Chats, SMS, emails – bênçãos!! Estaremos porventura a caminhar para uma melhor adequação entre o meio e o fim. Presumo que nos caiba defender a linguagem como a conhecemos, criticando e puxando orelhas, porque essa é a melhor forma de garantir que a linguagem “deles” será cada vez mais deles. Mais curta, mais simples, mais perto da consciência da linguagem enquanto meio básico e falhado por natureza. Agrada-me especialmente que os nossos putos portugueses já consigam passar dias inteiros a comunicar por pictogramas.
A internet, claro; santinha de particular devoção... É excelente o contributo que traz ao retalhar tudo o que é obra, cultura ou informação em fatias finas como o fiambre. É excelente porque também lá está o acesso ao resto do porco. O mais extraordinário é a dispersão – a internet é o inimigo mor da especialização. Goethe vê-se vingado pela internet! “O que é geral? O caso particular. O que é específico? Milhões de casos.” A internet ajuda a combater a crença quanto à valia da especialização. Sim, criemos especialistas se houver quem o queira ser – mas sem que isso tenha que corresponder à ideia de campos de conhecimento que se excluem mutuamente. Qual é o problema de uma coisa ‘assim pela rama’ se não nos puxa o pézinho para o tronco e não queremos fazer carpintaria?
E o que não vejo; agrada-me o que não vejo. Não vejo tanto temor reverencial. Não vejo grandes sombras de religiosidade. Vejo uma assunção básica de vontades, sem muitos fantasmas de culpa: queremos curtir, queremos gozo, queremos ganza, queremos foder. “Pois, mas não é assim que se constrói a vida!”, dir-se-á. Mas o que é que queremos construir? Nada. Queremos – ou querem, os que dizem isso – é perpetuar a vida que construímos e nem sequer é porque a achamos boa: não; é por puro medo, é uma procura de validação, é a estúpida demanda pelo ‘valeu a pena o sacrifício’.

Já ouço o barulho das pedras de amolar. Já antevejo os oponentes de mãozinha no ar, com a expressão do “espera aí que já te estampas” bem vincada no rosto. Deixem-nos soltar o argumento ‘definitivo’, a bomba de neutrões: “Tu dizes isso porque não tens filhos!” E é vê-los sorrir, agora, prazenteiros. “Pois, isso é tudo muito bonito mas se tivesses que contar os cêntimos para comprar fraldas já pensavas de outra maneira!” Pescadinha de rabo na boca: se calhar é porque penso assim que não tenho filhos. Ou se calhar não. Deixem-me tentar clarificar: o meu optimismo é a muito longo prazo. A muito longo prazo, isto muda. Isto que conhecemos. O Estado enquanto repositório das funções que correspondem aos falhanços da Humanidade (sim; o Estado assegura aquilo que nós ‘sentimos’ que não podemos assegurar: cuidados médicos, educação, construção de infraestruturas, ou seja, as áreas em que falhamos enquanto ‘providers’) irá mudar. A política enquanto a conhecemos irá mudar – a sua utilidade será certamente reequacionada, uma vez que ela se limita em exclusivo à gestão. A estrutura produtiva irá mudar, provavelmente com um fim relativo do actual endeusamento do trabalho e do lucro.

Parêntesis – já repararam como à retórica da crise vem sempre acoplada a velha máxima do “é uma sorte ter trabalho”? Já repararam como a crise é aproveitada para se esgrimirem argumentos como “a semana de trabalho de 35 horas é o fim da competitividade!”? Já repararam que a crise é sempre aproveitada para nos deixar convencidos que temos que fazer mais? E já repararam que ninguém ganha com isto? Claro, há quem ganhe poder e dinheiro – mas para quê?!... Não, não é nenhum lirismo sabujo na linha de ‘o dinheiro não traz a felicidade’; o facto é que o dinheiro não traz o tempo! Os que ganham muito dinheiro continuam a gastar quase todo o seu tempo na actividade de ganhar muito dinheiro e a fazer os outros trabalhar redobradamente para que eles possam ganhar muito dinheiro e NINGUÉM APROVEITA!!! O tempo é gasto a trabalhar para ganhar dinheiro para adquirir coisas que nos poupam tempo e coisas para matar o tempo que poupamos e que não temos. Hoje, aqui onde estou, o dia é perfeito. Está sol, céu limpo, uma temperatura agradabilíssima. É Primavera, uma Primavera cheia de força a explodir em todo o lado. Já almocei; ingeri calorias que me permitirão facilmente ficar sem comer até amanhã. Qual é o racional para estar a trabalhar?! Perguntem-se isto de vez em quando. Para quê agora? Para quê esta hora exacta? Para quê fazer agora um par de sapatos, um iPod, cem metros de estrada, uma aula de ETV, uma radiografia, um funeral? Se apetecer trabalhar, muito bem; mas porque é que ‘não se pode’ ficar sentado ao sol quando está um dia bonito? Porque é que se compra de barato que ‘utilidade social’ e ‘trabalhador’ é um binómio indissociável? Porque é que se pinta o desemprego como um estigma social, um vórtice pior que “esse mal terrível que é a droga”, de onde, uma vez caído, é muito difícil sair? Porque é que a estabilidade vingou como virtude? Porque é que nos deixamos agrilhoar ao conceito de família, de responsabilidade, de hipoteca, de acautelar o futuro? Porque é que não pensamos? Porque raio é que nascemos com esta predisposição de pensar que o presente, que “este mundo que está perdido”, sempre foi assim? Porque é que não paramos? – fim de parêntesis

Isto mudará. Muda sempre. Camões percebeu. Mudará – e nem vale a pena discutir a estupidez por trás de conceitos como “para melhor” ou “para pior”. Mudará. E, a muito longo prazo, estou optimista. Não no tal sentido de “mudar para melhor”; não. Apenas com a esperança que se goste mais disto. Que expressões como “a vida é um vale de lágrimas”; “anda-se cá é para sofrer”; “isto vai de mal a pior” ou “parar é morrer” sejam vistas como a falácia que são. Acima de tudo, que a história que o grande Joseph Campbell relata do pai que não deixa o filho escolher o que quer no restaurante porque “eu nunca na vida fiz o que quis!” deixe de ser uma presença tão permanente. Isto pode ser muito mais divertido. Podemos ser um bocado mais mamíferos e menos ridiculamente ‘humanizados’.

Duvidam? Excelente. É isso mesmo: a nossa maior ‘obrigação’ é duvidar.

179 comentários:

Bock disse...

Ehhhhh, iss'e que foi escrever!!!!!


(Malhuco!)

Zeca Galhão disse...

Este gajo.............foda-se!
Postaralho, pá.
E é imbuído desse espírito semi-anarca, que vou tomar café sentado numa esplanada.


Ok, é uma "roulotte de bifanas" com umas mesas e cadeiras na rua, mas é o único sítio onde se pode ir sem ter que conduzir......

Zeca Galhão disse...

Cocas, amanda-me lá o dabliudabliudabliu do teu beló......já que tens cagufa de comentar "devidamente autenticado"


PALHASSO!!!!

Bock disse...

Concordo plenamente com a parte do trabalho e do tempo.
Realmente, esta merda não faz grande sentido...
Já quanto aos filhos, e ao contrário do Louçã, não acho que o facto de os ter ou não ter dê ou tire legitimidade a ninguém para se pronunciar sobre o que quer que seja.
Já quanto à esperança nas novas gerações e ao facto de os sms em ka gnt fala axim pk dá - trblh a crrgr ns tclax, e kmnika c bués srrizinhx bué kridos é k já duvido, desenvolverá outras aptitudes assim, tipo, o polegar, mas francamente não lhe vejo grande utilidade além de que no dia em que precisarem de escrever alguma coisa a sério duvido que o consigam fazer sem algum esforço.
Também sabe bem ver menos temor reverencial e menos religiosidade, sem dúvida alguma.
O problema é que os valores (e sobretudo a falta deles, tanto de valores como de referências) que se lhes sobrepoem são, as mais das vezes tão maus ou piores que o temor reverencial e a religiosidade.
Passámos, e desculpem lá o chavão, das galhetas a toda a hora e em todo o lado e da presença constante do inferno ou, com sorte, do purgatório, e dos avós a arengarem que pareces o filho de um cigano com essa roupa, para a permissividade absoluta e para a desresponsabilização do papel educador das famílias que acham que a escola é que tem a obrigação de tal e coiso, mas depois a escola está sempre em greve e os profs não dão conta dos meninos que não olham para eles, mas sim através deles (estão obviamente a teclar, fazendo uso das suas 1000 sms's diárias que vieram com o pack da fónix (!) que lhes deram pelo Natal (sabes, aquela cena no inverno em ka gente come bués e depois recebe prendas)

Drogas leves, venham elas, com fartura. Os maganos dos putos andam menos totós que a minha geração quando tinha a idade deles, e pelo menos às seringas aparentam ter temor reverencial...

Ou talvez não.
Ultimamente tenho tido de passar amiúde na Almirante Reis, e ao contrário do que pensava aquilo ali a alturas do Intendente não está repleto dos restos dos junkies trintões e ainda uns quantos quarentões resistentes. Não, pá, aquilo está cheio de putos de 20's. 'Cotas', quase que não se vêem.
Ou muito me engano ou os sacanas dos putos não são assim tão espertos como parecem quanto ao consumo de drogas...

Foda-se, muito mais haveria a dizer, mas a verdade é que há um gajo que passa a vida a querer fazer dinheiro, que está a chatear outro gajo que também passa a vida a querer fazer dinehiro que por sua vez me está a chatear a mim (que não me importo nada de ganhar mais uns carcanhóis, pelo menos a ver se ganho mais uns dias antes do fim do salário) para lhe dar uma coisa que talvez os ajude aos 2 a fazerem mais dinheiro e, em suma: não tenho tempo! :)

fpm disse...

É sempre um prazer ler este gajo, sem dúvida, mesmo não estando de acordo.

Bom dia, colhões!

Bock disse...

Zeca, SE OUTRÉM FOSSES, MANDAVA-TE LEVAR aqui e ali, mas sei que contigo é desnecessário.
Atrás da roulotte está o shîor antunes e tu é ao que vais, à sandes de nabo do Antunes.
Daqui não te posso mandar nada disso, mas daqui a nada já t'amando uma.

Entenda-se: 1msg bué fish k akilo q tu m pdist dki a um bkd, xau kiddo

fpm disse...

É +- isso, Bock.

fpm disse...

Foda-se, agora fiquei preocupado...

Zeca, se não estiveres a levar com o naco do Antunes, pá, dá um sinal, pá, porra, estamos preocupados!

Mulher do FêPêMê disse...

http://walkingonby.blogspot.com/

fpm disse...

Boa!

fpm disse...

Quero dizer, é bem boa, do melhor!

Zeca Galhão disse...

Cocs,
'brigadinhos, pá....




Maronês,
O Antunes disse que tu deves ter um fungo na peida ou nas beiças, porque ele hoje acordou com o nabo cheio de "cogumelos".
E aproveitou para te mandar pró caralho, a ti e ao finO, que também deve ter bicho nas nalgas, porque os filhos dele também têm o mesmo problema.

fpm disse...

Azar o teu, pá... ahahahah

fpm disse...

E ouve lá, ó palhaço, achas que foi o cocas que pôs ali o link? Dass, é com cada uma...

Zeca Galhão disse...

'Tás a falar comigo, pá?
Baitafudeare, ó cona-de-sabão!
Eu nem sequer referi isso porque lógicamente ele seria o último a fazê-lo.

Bock disse...

Não fui, não senhores.
Ms amndeilh 1 sms, tzaver, f? lol

Bock disse...

... yah e outra cena, eu n krt akela cena de gozar ca mlher do f tazavr, n é pr nd, mx n grmo exax cenax axim

Bock disse...

... k é km kem dix: n fax o meu xtilo!

dum dum disse...

Deveríeis, quiçá, baixar os vossos níveis de testosterona nesta quadra tão triste e meditabunda.
O Senhor sofre! O Senhor neste momento está no Holmes Place a fazer step, stretching, pilates e body pump para que no próximo fim-de-semana consiga carregar sem grande esforço a cruz de pinho comprada nos saldos do IKEA, por causa dos vossos pecados, e vocês aqui blá, blá, blá e a cona da tua prima e levas na bufa à força toda, e vão-te papar essa bifana, e patati e patatá e o Antunes e a bifana da tia do Antunes...

O mundo tá perdido, de facto!




(o coelhinho da páscoa está aqui no meu prato e diz que sim, que eu tenho razão)

Assento da Sanita disse...

Clarividente, Vareta. Muito obrigado!

Assento da Sanita disse...

Muito poderia ser dito relativamente à versão possível se o autor tivesse filhos. Estou em crer que - digo eu que os tenho - não haveria a acrescentar nada muito disferente daquilo que dizes. Isto porque a nossa necessidade de segurança (que projectamos nos nosso filhos e no futuro) não pode deixar de nos fazer confiar neles e no seu discernimento para viver num Mundo obrigatoria e absolutamnente diferente do de hoje. As declarações velhorestelhentas, da sala de espera do centro de saúde às colunas de jornal escritas por ex-PRECs - declarando a incapacidade das novas gerações (à custa das quais maioritariamente vivem, diga-se) desprezo-as. Existem muita gente bastante mais nova que eu, que admiro e tenho a certeza que saberão lidar com a velocidade de mudança e as diferenças do radicais do Mundo vindouro. Tu, Vareta, és um exemplo perfeito desses jovens pois deves ter menos uns dez anos que eu. Confio plenamente que os meus filhos também o venham a ser. O Mundo é, por natureza, instável e sempre muda. Somos os descendentes dos melhores entre os melhores num ciclo de pais que têm que são pais e têm filhos que têm filhos, ininterrupto desde do miocénico final. Tem filhos quem quer (mesmo que não os tenha, como somos todos basicamente parentes os genes passam na mesma pelos colaterais este devir aplica-se na mesma. O nosso zarolho estava cobertinho de razão e tu também.

Fiquei bem disposto á brava depois de ler o teu texto! Alvíssaras Vareta!

Assento da Sanita disse...

dum dum: Jesus não carregou cruz nenhuma, toda a gente sabe que foi Simão de Cirene que alancou - porque o obrigaram aliás - com o madeiro monte acima. Ai essa cultura biblica...tsk tsk.

E tristezas pasacais? Pffff...o gajo só esteve morto dois dias e meio! E já sabia que ia ressuscitar! Há curas de sono mais compridas.

Assento da Sanita disse...

Ele há coisas. Quando Jesus disse que aquele que o trairia ia meter a colher no prato dele, Judas pimba, fez precisamente isso. Depois de se ficar a saber quem iria ser o traidor os outros discípulos não o lincharam logo ali ou pelo menos não o impediram de perpetrar o hdiondo acto? Se Judas cumpria um designio divino já inscrito no destino como pode ter culpa de alguma coisa? Quem se fodeu foi ele, porque o outro lá ressuscitou e tal. Ele há injustiças...

fpm disse...

ahahahahah, ganda maluco, pá. Desafio-te a fazer um post sobre estes teus dois coments, conão.:)

fininhO disse...

... do caralho!

luí disse...

pios olha vareta desde la perspectiva que me da poder ser mae tua

te dire 3 cosas

una es que el domingo cocinhei bacalhau a braz por primera vez, para ver si conseguia assim comer as saudades num prato.O azeite era de verdade de ferrira do zêzere +/- e casi chorei cuando ese prato cheio de coisas boas me miraba como pidiendo misericordia e eu nao fiz caso e mo comí e repetí ate fartarme.
La segunda cosa es : drogas duras llenan sepulturas

y al 3ª ja nao me lembro que queria dizer

feliz pascoa, o mundo não esta piorar porque antes não habia coments e eu nao podia estar aqui dizendo o que me apetecer.

:-)

ostia disse...

ah sim ! ostia! a 3 coisa é que eu raramente dudo e casi nunca me equivoco.

Cavalinho branco. disse...

Excelente posta, Vareta.
Claro que eu já havia escrito o mesmo.
Mas ninguém pode ler.
É proibido.
Só eu posso ler o que escrevi.
Direi mesmo mais, amanhã vão ser escritas coisas que eu já postei no meu blog há que tempos.

Era só.
Excelente posta, Vareta.

Assento da Sanita disse...

Chuta cavalo.

Bock disse...

Ah, ah, ah, ah!!!!!!

Anda cá engolir a preceito
Oh dona do cavalinho branco,
que se não andares a direito,
passas a andar a manco


...e estou de acordo com o fAda-Se quando diz que temos de confiar nos putos, e pelo menos nos nossos e nos que nos são próximos tentar incutir-lhes o máximo de valores e capacidade de discernimento que lhes permitam fazer-se à vida sem meterem a pata na poça, e é claro que há sempre gente capaz, sempre houve e sempre haverá.
Aliás, não temos outro remédio. Ou isso ou começar a sofrer antecipadamente...
Agora isso não implica que não deixe de ser verdade que - na minha opinião - os valores geracionais que se parecem perfilar na geração 15/25 (grosso modo) não parecem augurar um belo porvir.

E não me estou a armar em Velho do Restelo (embora pareça), mas é que realmente não vejo nada que me permita ter muita esperança no futuro quando olho para uma geração fast-food, fast-talk, fast-tudo, com excesso de peso e triglicéridos em barda, e que aparentemente é desprovida de qualquer tipo de preocupação, digamos, axiológica, que é como quem diz, basicamente estão-se a cagar para tudo que saia um pouco da sua esfera pessoal.
E uma geração em que a malta se está a cagar para tudo e se apresenta carente de capacidade e espírito críticos, deixa a porta aberta, em última instância, ao laxismo, ao egocentrismo, ao borreguismo, e até mesmo ao totalitarismo.

E não me venham cá tentar convencer que aqueles adornos com que eles agora andam, tipo buracos nas orelhas com 15cm de diâmetro, furos nas bochechas que aquilo um gajo bochecha com tantum verde e aquela merda esguicha-se toda para fora pelos buracos das argolas, e anéis entre as narinas com se de uma junta de bois se tratasse, e tatuagens de cobras verdes e vermelhas a subir pelos pescoço e cabeça acima, mais os braços todos pintalgados de tatuagens tribais, tipo jogador da bola, não me venham dizer, dizia eu, que essa merda é bonita de se ver, porque num é caralho!
Bom, há um caso ou outro que escapa, mas em geral, não gramo.

E por falar nas hipotecas do belo e bem esgalhado post do Vareta, esse exagwero no adornar é uma bela forma de se hipotecar o futuro.

Os únicos que a levam são os góticos, e mesmo esses, enfim... ao menos têm inquietações metafísicas, que me parece que é uma coisa que faz falta sobretudo, mas não só, quando se é assim tenrinho. Nem que sejam inquietações satânicas, e assim.

fpm disse...

eeerrrrrr... num sei, pá. Mas que tenho mêdo, tenho.

Muito bem, Bock e fAda-se.

Bock disse...

Quem tem cu, costuma ter medo.

Tu levas na bufa que nem uma maluca, e tens-i-a toda esgaçada, estraçalhada e dilatada.

ergo, é estranho que tenhas medo.

Gostaram do meu silogismo?


E é claro que tens medo, ou pelo menos receio, só um inconsciente é que não tem alguma apreensão em relação ao futuro. Mas também te digo uma coisa, isso dos pais preocupados com o futuro dos filhos sempre foi assim, e sempre será assim.
Não há volta a dar, maneiras que não penses muito nisso, educa-os o melhor que puderes e souberes e deixa andar. :)

fininhO disse...

"Eu quero é que a juventude sa foda!"

(resposta do Luís Pacheco quando lhe perguntaram acerca do futura da dita.)

Chóvem com Inquietassões disse...

Inbejôso!!!!!

fininhO disse...

A inbêja é a coisa mais feia do mundo... a segunda, é a inveja.

Chovaim Inkieto disse...

E tu éza terssâira, olhó carago!!!!

fininhO disse...

aceito, sou a terssâira... e a coisa mai linda do mundo é a bufa do Chovaim

fininhO disse...

e agora

VRRRRUUUUUUUUUUUUUUUMMMMMMMMMMMMMMM!

fpm disse...

E o filhadaputa do gordo indiano que vai ser rebocado?


Bom dia.

Bock disse...

Hã?


E o filhadaputa do Berlusconi, esse coglione, que sugeriu às vítimas do terramoto que estão sem casa, em tendas , que olhassem para aquela experiência como se se tratasse de umas férias de campismo?

é preciso ter lata.

Vamos lá a ver se depois disto os capichi começam a pensar melhor em quem votam, cona.

Cona disse...

Sim, sim, pensem bem e votem em consciência.


Votem em mim!!!!

fpm disse...

O gajo disse isso??!! AHAHAHAHAHAHAHAH!!!
A SÉRIO??!!


Bock, o gordo indiano da foto do post, carailho...

Bock disse...

Eu não ouvi, mas na Rádio disseram que sim, que o filhadumagandaputa disse isso.
Atrasado mental, mentecapto.

Merecia, no minimo, levar aí com umas 342 dúzias de pares de sapatos nas ventas.

Grande palhásso.

Dass.

g2 disse...

Bom dia, conambada!

Virei ler tudo com calma, mas só amanhã. Hoje, não posso andar por aqui. Mas tenho saudades vossas, sou assim um lamechas do ca...raças!

Por isto e por aquilo!

fpm disse...

la-me-chas-do-ca-ra-lho...:)

a cona da vossa prima disse...

Por isto... o teu rabo, por aquilo... os mangalhos que por lá circulam

fpm disse...

ahahahahahahah, este cona da prima é um ganda badalhoco, pá... ahahahahahah

Bock disse...

Não é mais badalhoco que o Berscoglione...


Gê, puto, lamechas são os paneleiros, tarda nada andas aqui a chamar-nos 'colegas', comás putas, não?

Atina, puto.

colega do g2 disse...

Bock, és então o Bokito! é assim, com este termo carinhoso que ele tanto me fala de ti... e fico cheio de ciúmes, tou farta de ouvir o teu nome... é o Bockito prá'qui, Bockito prá'li... até a mim já me chama Bockito, CHEGA! CABRA!

g2 disse...

Estamos na quaresma. O dum dum já avisou!

FPM, soletras bem, mas não me enganas... :)

g2 disse...

Bock, cais putas, cais carai!

Tu atina, pá e deixa os drunfos. Toma só o azulinho, que pode dar-te jeito, a avaliar pelo dizem.

fininhO disse...

Olá colegas!

fininhO disse...

Bock, filho duma ganda vaca! tás cá para a semana? filho dum ganda corno!

fininhO disse...

e o colega Xóriço, onde é que anda esse cabrão do caralho?

Malta do Opus Gay disse...

Olá, fininho!

dum dum disse...

O Grelosconi podia ser presidente da câmara de Gondumari, de Ueirace, de Marco de Canavezzi, de Felggeirace, da Isola di Madiera...
mas preferiu ser capo di tutti capi em Itália, vá-se lá saber porquê.

BOCK disse...

fininh0, filha de um camião de porcas cruzadas com albaneses admiradores do Enver Hoxha que não tomavam banho há pelo menos 6 meses antes de te terem concebido:

Se for para me apresentares amigas boas e que abocanhem em condições, sim, estou cá.

...caso contrário, vou estar ausente. E incontactável.

e sim: que é do Xoras-porque-não-mamas?

colega do Gê: abocanhAS-I-O?

fininho (sem login) disse...

olá FêPêMê

Bock disse...

MAs enfim, ele agora não quer saber de nada que eu tenha para lhe dizer...

Afinal de contas, tem ali os amiguinhos - a 'malta' - à espreita...

Vai lá, que eu não levo a mal, sei que tens de seguir as tuas inclinações.
Vai, e sê feliz!

fpm (sem login) disse...

tás boa, colega fino?

fininhO disse...

é para uma couvada ou lascada, ou o caralho que ta foda!

bokito! bah!

paises hermanos.. disse...

nos campamentos siempre há um tonto (parvo ou palerma) que es iman de ostias e de putadas como llenarle la cara de pasta de dientes , o depilarle las celhas e o dia seguinte su cara parece o cuzinho de um bebé


pios il duce lo é,e a señora merkel ainda tá a esperar (com ar de pensar "mecagontusmuertos" tio coglioni) a que termine de falar pelo telefonino com seu cabelereiro tunezino para ver que cor le va mejor a sus 4 pelos , sim el nogal boiserie o el marron anilina ...
es un impresentable del todo.

um baci a nuestros fratelli del otro lado del mediterraneo que no lo estan pasando nada bien

forza !

Bockito disse...

Cuzada?
Lascada?

'Tamos a falar de gajas?

É que se tamos, podes marcar já para a próxima 4ª feira!

Caubói do Asfalto, a rasgar disse...

EHHHHHH
AHHHHHHHHHHHHHHHH!




...proooop!

fininh0 disse...

Foderam-me a peida.
Quem terá sido?

Albaneses Veiúdos com o Cio disse...

fininh0, se ao te foderem a peida ta rasgaram toda, dá um sinal, pá, estamos em fezes!!!!!

fininho (sem login) disse...

pois, bufas a cagar é o que tu gramas de ver... ok.

fininho (com login) disse...

foste tu... fêpêmê.

Buijon de Murcon no Bulhon disse...

Cou-bá-da!
Lâis-cá-da!
Cou-bá-da!
Lâis-cá-da!
Cou-bá-da!
Lâis-cá-da!

fininhO disse...

fêpêmêéééééééééé... queres tu dizer, ó com e sem login.


COUVADA NA QUARTA, CONAS?

fpm disse...

fepeme mazé o caralho que refoda o clone um quilhão de vezes.

Bock disse...

Há para aí um panasca que diz que na quinta é capaz de ser melhor.
Por mim, e para já, nada a opor.
Me da igual, conho.

fin0, se quiseres também podes vir, não tem (necessariamente) de ser só eu mais conas.

fininhO disse...

tá bem, eu vou... quinta... já agora quem é o panasca?

fpm disse...

Foda-se, que puta de pergunta...

fpm (sem login) disse...

eu também bou... pra foder o focinho todo ao fininh0... e a peida também.

J disse...

Summer loving had me a blast
Summer loving happened so fast
I met a girl crazy for me
Met a boy cute as can be
Summer days drifting away to oh oh the summer nights

Tell me more, tell me more
Did you get very far
Tell me more, tell me more
Like does he have a car


chu-pa-pa! chu-pa-pa!
Chu-pa-pa! chu-pa-pa!

Bock disse...

Não te interessa, descansa que ele deixa-te fazer tudo o que te apetecer.


Ah, e aquele J ali em cima era para ser o Jón Trabolta

fininhO disse...

então não vou...

bock disse...

Não vais?
Porque vai o éfe e tens medo que te arreganhe a fuça, ou porque não sabes que é o panasca que vai?

fininhO disse...

eu quero é que o éfe, tu e mais o panasca sa fodam todos... assim tipo a juventude do Luis Pacheco.

Assento da Sanita disse...

http://www.youtube.com/watch?v=toHlMD50eYY

Uma proposta de videozinho suas velhas paneleiras na menopausa.

fpm disse...

Diz lá quem é o panasca, que ele já está a fazer beicinho.

Assento da Sanita disse...

A minha bexiga explodiu a ouvir rock progressivo.

O meu pâncreas explodiu a ouvir feet gazers.

fpm disse...

Boa malha.

Assento da Sanita disse...

Já não oiço o bursting out há uns 20 anos. Lembrei-me...

Bock disse...

A juventude também quer que tu te fodas. Com monhés, assim tipo como o gordo da foto ali em cima.

AdaS, couvada na 5ª, ou vais estar a receber toques rectais?

fpm disse...

Grande músico, o Ián. E ganda malucão. Aquilo devia ser lindo...

Bock disse...

éfe, define 'aquilo', sff.

fin0, se não fores um feet gazer, que é como quem diz, se não estiveres com um olhar esgazeado por teres um pé entalado no ai-jesus do g2, diz qq coisa, pá, tou em fezes!

fpm disse...

bock, os videos do ian anderson (jethro tull), "aquilo" eram as mocas que o gajo apanhava.

fininhO disse...

é recíproco, eu e os meus vinte e quatro sobrinhos. o gordo da foto de cima vai explodir mazé em cima do adas que é uma beleza...

Assento da Sanita disse...

Tenho uma porra de uma reunião ás 14:30. Não dá, mom.

fininhO disse...

o féméééé´pê gosta de enfiar flautas na bolha... e chupa as lisas... diz que dá moca.

fininho (sem login) disse...

eu também tenho uma reunião ás 14:30 com a Malta do Opus Gay... também lá vais Sento?

Malta do Opus Gay disse...

O Grã Panão Mor vai abrir as hostilidades... é a não perder a reunião da próxima Quinta às 14.30.

fininhO disse...

e aquela do atleta pregado na cruz!

Assento da Sanita disse...

É vê-los de avental
E por baixo só o fio dental!

Chupa cabrão disse...

o panao a abrir as hostilidades e a tua velha a abrir o cuzinho, zás!

fininh0 disse...

Foda-se, ingratos do caralho!
Tantos anos a partilhar convosco o meu cu para agora não me ligarem caralhos.
É triste.

fininhO disse...

e aquela do atleta pregado na cruz!

fpm disse...

já conheço, é fixe.

fininhO disse...

oh my God!

fpm disse...

Tás a cagar, finO?

fininhO disse...

http://www.youtube.com/watch?v=fPixROZr7Fw

Bock disse...

Oh, my Dog.

'Sento'? ahahahahahaah


Lindo.

assneto, quer-se então dizer que 5ª que vem pelas 14h0, tás a levar toques rectais de um proctologista de 50 anos com colesterol, reformado há 25 anos por inimputabilidade originada em doença mental crónica, e profunda inépcia para o exercício da profissão por fazer toques rectais com abacaxis daCosta Rica, não descascados e cheios de pesticidas?

Assento da Sanita disse...

http://www.youtube.com/watch?v=d2RHm-Lk4e4&feature=related

Acreditem ou não, eu já tive de aprender esta música.

E tocá-la.E cantá-la.

Não me perguntem mais nada, por favor.

Que eu morra aqui ceguinho.

fininhO disse...

só tu é que me ligas, cabrão!

Bockassa disse...

*Assento.

Safa.


OBS: quando se alude a 5ª que vem quer-se dizer a da semana que vem, e não amanhã, hã?

Capiche?

fpm disse...

(o finO a falar com a vassourinha da sanita...)

Bock disse...

Não posso ver cenas dessas aqui...
Vindas de quem vêm... tenho medo, caralho.
temo pelo meu posto de trabalho.

Maneiras que iutubi, nem abri-lo.

fininh0, eu também te ligo, mas não pode é ser da maneira que tu gostavas!
Tá bem?

fininhO disse...

tá bem.

Bock disse...

Então sobe lá as calças, e fecha a boca, vá, que isso deprime-me e é pouco digno para ti.









Olha aí as ceroulas que ficaram todas enroladas!!!






(dassss....)

Assento da Sanita disse...

Esse gajo do vídeo era um judeu alucinado.

'Existe uma outra vida além' 'Morrer não é o fim'??????

Eu gosto é do solo de guitarra e dos metais big-band. É mesmo louco, pá.

http://www.youtube.com/watch?v=7-pqirwWfAY

Bock disse...

Louco és tu, oh camandro!

E o fininh0 também!

e o chOURAS, que é do chOURAS????

E o Leatherface, que é dele?

E a gaivota loira?

E... a nossa amiga que se queixava de que a plagiavam, essa cabra, já se acusou se engole ou ainda não?

A Inês, certo?
Inês, como é?

fininhO disse...

oh my god!

Bock disse...

A bela e engenhosa Inês
Foi à tasca comer moela
encadelou-se e perdeu os três
na cona, cu e ainda na goela!

fininhO disse...

e já agora do plagiador... que deve estar a tentar arrastar a cruz com a bufa para ser pregado de castigo.

fininhO disse...

(Perguntaram a Luis pacheco)

porque é que publica livros?

É uma questão de taco. Uma questão também de, enfim, sei lá, de hábitos, de vaidade, de poder. O Saramago se tivesse ficado pelo Memorial do Convento não teria ficado melhor? Agora até publicaram os textos macacos que ele escrevia no Diário de Notícias, no Diário de Lisboa, as opiniões que o DL teve, Basta de Censura, uns poemas que são uma calamidade. Contaram-me que agora (não sei se é verdade se é mentira) a Caminho recebeu uma encomenda de Angola de um ministro a pedir 500 exemplares do Manual de Caligrafia e Pintura, porque o homem supôs que era um manual mesmo, uma maneira de ensinar a escrever a pretalhada, em vez de escreverem gatafunhos. Sabia desta?

fpm disse...

ahahahahah

Assento da Sanita disse...

Que horror 'pretalhada'...esse Luis Pacheco é racista.

fpm disse...

AHAHAHAHAHAH!!

Bock disse...

É racista...
Isso era o menor mal das muitas coisas que ele foi.
:D

Alguém sabe desenhar um bonequinho assim tipo emplastro antes de o Herman lhe ter arranjado a boca, no sentido literal do termo?

fpm disse...

Uma fotografia do fininhO serve?...

fininhO disse...

"Braga, com fedor a padre, era uma cidade de facto perfeita. Eu até era para dedicar isto ao Arcebispo de Braga, mas aí o meu filho e a tipografia acharam mais prudente não o fazer. Era para dedicar isto àquele gajo que nem abortos, nem preservativos, nem mães solteiras nem nada disso. Era para o insultar, porque Braga de facto continua a ser um expoente da pata da Igreja em Portugal. Portanto em Braga há esse desafio, esse desafio D. Juanesco, o tipo que vai lá buscar a noiva ao convento para fazer a sua ofensa a Deus, quer dizer, toma Deus como seu rival. Em 1970, já depois disto escrito, comecei a interrogar-me sobre o que seria libertino e libertinagem e não achei definição. Eu tinha li o Roger Vailland e tinha lido o Sade. A primeira pessoa que editou o Marquês de Sade em Portugal fui eu."

fininhO disse...

K: Então as duas prisões foram sempre por atentado ao pudor?
.
Atentado ao pudor não, estupro, primeiro, atentado ao pudor, e depois outra vez atentado ao pudor. Com a mãe daquele foi pior, foi por rapto e estupro. Não raptei nada. Bem, estupro, faz favor, nasceram três, nasceram dois e meio pelo menos.
.
K: Porquê «meio»?

fininhO disse...

K: As suas mulheres eram todas assim tão novas?
.
Sim, eu gostava delas mais novas. A Natália foi minha testemunha num julgamento e disse: «Ele procura a pureza, a inocência». Ah, qual pureza e inocência. Hoje já não procuro nada, nem novas nem velhas. Nesse ponto estou inteiramente reformado. Mas era uma questão de opção, é muito curioso o amadurecer do sexo, numa rapariga ou num rapaz de 14, 15 anos. Talvez fosse uma devassidão minha mas aconteceu de facto. Ora aí não quero julgar nada…

fpm disse...

O verdadeiro filho da puta assumido. Tá certo.

Inês disse...

Descalça vou para a fonte
com a Lianor, pela verdura
lavar nossas fermosas chachas,
e dos árduos bicos a garganta.
E vejo em Lianor graça tanta,
uma chacha tan cheia de fermosura
e tan linda que o mundo espanta,
que tou mesmo numa de fressura.

Bock disse...

fininh0, pá, já passou da tua hora.
Vai de VRRRUUMMM, vá.

Cabrão do velhinho agora vem para aqui comas velhas glórias de uma entrevista que já toda a gente está farta de ler... safa!

BOCK disse...

AH, AH, AH, AH!!!!!!

LINDO, CONA!

fpm disse...

Não digas isso, Bock, que o gajo, pelo Pacheco, mata!

fpm disse...

As chachas...

fininhO disse...

K: Mas essa geração não teve poder. O Cesariny é hoje consagrado porque tem uma editora que o suporta muito…

Não, mas ele tem público.
.
K: Mas não tem poder.
.
Não quer. Ele fez aquelas pinturas, mas isso é para poder gastar umas coroas ali com os meninos do Rossio. Também deve pagar muito caro porque ele está com uma cara!... Outro dia vi o gajo no Tal & Qual com o Mário Soares… Ele já não tinha os dentes desde muito novo, mas agora tirou a dentadura e está com um queixinho de velha, aquilo vai-lhe até ao nariz, coitado… O Mário teve aqui um problema chato por causa de um magala. Depois foi para Paris, onde havia tudo especializado: boites especializadas, tabelas, pensões… E o Cesariny era um poeta dos urinóis. Chegou a Paris, ia com esse hábito e botou a mão à sarda de um homem que estava a mijar – resultado, foi parar à cadeia. O chefe da esquadra perguntou-lhe: «Então como é isso la-bas? E ele disse: «É como cá»; mas não era, porque o chefe da esquadra disse: «Então você tinha para aí tantas pensões para fazer isso, era preciso ir para o urinol deitar a mão à gaita do outro?»

Zeca Galhão disse...

Bem, como me sinto generoso e até estou quase a ter 5 dias de coça-micose, alembrei-me de vos amandar com estas pérolas (a vós, porcos)

Então a coisa é mais ou menos assim:

Viveu até há uns meses (sim, porque hoje em dia ele só come as alfaces pela raíz)um senhor chamado GEORGE CARLIN, que fazia rir as pessoas. E andam aí uns rapazes que não tendo respeito nenhum pelos mortos (nem pelos vivos...), nos poupam o trabalho de ir à loja comprar os CDs desse tal senhor defunto, fazendo aquilo a que alguém decidiu chamar de "Uploads" em sítios de partilha, de onde a malta pode fazer o inverso do que os rapazes fizeram, ou seja, "Downloads" dos ditos CDs

Portanto, se quiserem rir à fartazana, descarreguem o que se esconde por detrás destes "links"
(raispartam os estrangeirismos....)


Isto tudo:
*WHAT AM I DOING IN NEW JERSEY
*YOU ARE ALL DISEASED
*A PLACE FOR MY STUFF
*BACK IN TOWN
*COMPLAINTS AND GRIEVENCES
*GEORGE CARLIN ON COMEDY
*PARENTAL ADVISORY EXPLICIT LYRICS
*PLAYIN WITH YOUR HEAD
*TAKE OFFS AND PUT ONS
*JAMMIN IN NEY YORK

está aqui:

http://rapidshare.com/files/140243219/George_C.part1.rar

http://rapidshare.com/files/140249007/George_C.part2.rar

http://rapidshare.com/files/140252017/George_C.part3.rar

Prontos, já está.

bock disse...

Pirata!
Flibusteiro!
Corsário!

ostia disse...

pero "sento" tu escuchas esas musicas de una tia tan falsa? y ademas con karaoke?
e las aprendes !!!

tens algo dentro das orelhas que te impide oir con claridad,
o se te ha rebotado una neuronia

esa chinita restaurada como la puerta de una boite

arggg
tu não estas bem , piqueno..

Bock disse...

É estranho que tenhas demorado tanto tempo a chegar a essa conclusão, ostia...
:S

ostia disse...

sou uma pessoa loira,
demoro em reagir as evidencias

ostia disse...

e não posso perceber português , tudo mundo sabe

Bock disse...

Percebes melhor que muitos portugueses, Ostia.

Sabes como é que se sabe que uma loir te andou a mexer no frigorífico?








...pelas marcas de baton nos pepinos.




bom dia.

g2 disse...

Bom dia.

:)

g2 disse...

Atenção: é tempo de amêndoas.

Aqui fica um alerta:

as amêndoas comem-se, partindo-as com os dentes, mastigando-as e engolindo-as, como qualquer outro alimento.

Mas podem Também chupar-se. Metem-se na boca e chupam-se e vai-se engolindo o sumo que resulta desse shlurg-shlurg. (Vocês sabem bem o que é chupar)

Mas não se metem as amêndoas noutros lugares (orifícios) do corpo.

Não façam isso, aviso-os porque sei o quão vocês estão disponíveis para meter tudo num sítio que eu cá sei.

Entendidos?!

Bock disse...

Acabaste de dizimar as poucas recordações boas que tinha da infância.
Foi-se a última réstea de ionocência.

És mesmo cabrão, g2.

Uma boa páscoa para ti também, com carradas de coelhinhos a darem cabo das suas pilhas duracell a bombarem-te na bufa, desgraçado.

ostia disse...

nosotros las amendoas las metiamos en la nariz ,de pequeños estabamos mas atrasados que otros paises
porque mandaba franco.

ahi donde termina la espalda solo se metian
"supositorios de glicerina
que hacen cagar sin recato hasta a a la señora mas fina"

Bock disse...

Depende.
Às vezes é tarde demais, a trampa faz tampa e depois só sai à mão.

Supositórios de glicerina tarde e em má hora não só não fazem cagar ninguém, como não perdes pela demora: é assim tipo um fist fucking clinicamente assistido. E à retaguarda.

Boa Páscoa e muitas amêndoas em forma de supositório de glicerina, sobretudo para o G2.

fpm disse...

A professora dita apontamentos:
''...A rata rói a rolha...''

Um aluno pergunta ao colega:
Rata é com um r ou dois rr ?

O colega responde:
Eu também não sei , escrevi Cona...

fpm disse...

É como a Dra.Valgina.

fpm disse...

O fininhO era fodido, na escola...

fpm disse...

E não só!!!!

Bock disse...

Pois.
Também o fodia o prof nas explicações de físico-química.
E o velho na paragem do autocarro que ia fazer a hemodiálise.
E na catequese, pelo marido da catequista e pela própria, a D. Cândida, uma velha de cabelo roxo cheia de verrugas que achava que lavar-se por baixo era um desperdício de água e que o obrigava a atrombar-lhe na cenaita de cada vez que ele se enganava a rezar os Padres Nossos e as Avé Marias-cheia-de-graça-tenmho-a-barriga-cheia-de-massa...

Bock disse...

O fininho era conhecido lá nas explicações de físico-química pelo 'boca-doce'.

Bock disse...

E na catequese chamavam-lhe o torrãozinho da Galileia.

fpm disse...

E na altura da pascoa chamavam-lhe "o compasso".

Bock disse...

Isso era na escola, porque na mercearia do Sr. Alfredo era conhecido pelo Coelhinho Pascal, o rei do Sex'anal.

dum dum disse...

Enquanto eu brincava com carrinhos e action ménes, jogava ao berlinde e aos cromos, via na TV as aventuras do Vicky e da Heidi, lia BD e ouvia ABBA e Queen, andavam vocês a espreitar pelos buracos das fechaduras de casas-de-banho, a ginasticar o prepúcio alheio, introduzir amêndoas e berlindes nas senaitas das colegas, a ler o suplemento infantil da Gina e a testar o sabor alternativo dos pepinos e de outras leguminosas na cozinha.

Sempre desconfiei que não tive uma infância feliz.

Bock disse...

O fininho entretia-se a ver quantos kalkitos conseguia pespegar na verga do seminarista de Macedo de Caveleiros que ajudava à missa. A Avó deixava-o lá (o avô tinha ido comprar protectores para as botas a Sevilha), e aquilo era um vê-se-te-avias de kalkitos, ia mamando e ia metendo kalkitos, mamando e metendo...
and soi on.

Curioso fim a dar aos kalkitos.
Eu cá pespegava-os nos braços, por exemplo.

fpm disse...

Tiveste, à tua maneira... Enquanto ouvias os Queen e os Abba, o sacristão "riscava-te o disco", o padre explicava-te o que era o "sumo pontífice" e na escola ao professor Josué, no fim das aulas, lá te levava para as moitas e aplicava-te umas "reguadas" bem assentes nas nalgas...
Caga nisso...

Bock disse...

Eu gramava jogar ao mundo. Aquela cena com uma naifa ou um prego.
Ou chave de fendas.
Volta e meia lá saltava e fodia o olho a um.
Literalmente. Quer dizer, o glogo ocular.

Que é feito da kikas, caralho?

LOOOLLLLL

Bock disse...

Gosto muito de glogos oculares, eu.

dum dum disse...

Padres? Sacristas?
Fosga-se, eu não nasci no seio de uma família tradicional católica arreigada aos ancestrais valores cristãos da portugalidade!

A minha família é adoradora dos deuses aztecas Chalchiuhtlicue, Tlazolteotl, Ehecatl, Huitzilopochtli, de Panquetzaliztli, deus das intumescências e, principalmente, da deusa Ciccioclitorina protectora das erecções matinais e das outras ao longo da tarde, depois do almoço.

Sou de uma familia muito espiritual e beata, portanto.
Nada a ver com as vossas.

fpm disse...

Ah, tá bem..

Ouvias os Abba, não era? E não mencionas os Village People proquê?

fpm disse...

Glogos oculares com esparguete! Miam!

(o cuzinho da kikas, miam!!!!)

batman no bules em feriado disse...

ja saiu o uarro a meterse com quem nao esta pra defenderse

es el teto? disse...

que es jogar ao berlinde?

fpm disse...

Depende a quem perguntas isso...

Se fôr ao finO, é a ver quem consegue enfiar mais berlindes (bolinhas de vidro) no próprio casco.

trishtessa no teim fim disse...

canicas? hahaha

creia que berlindes eran unos bolos de crema!

ves como eu nao percebo de tuga? que tristeza

fpm disse...

Isso são Bolas de Berlim e o finO também aprecia. Daquelas já com 15 dias, bem durinhas.

dum dum disse...

berlindes=bolinhas tailandesas

só diferem no tamanho e nos buracos onde são enfiadas

ostia disse...

ah

fpm disse...

Vês, lui, o dumdum leu a mesma cartilha que o finO...

Anónimo disse...

dizer maronês é "chamar nomes"¿?

fpm disse...

E se falares de bolas de bilhar ele responde-te igual, o malucão.

fpm disse...

Não, anónimo(a) paneleiro(a), um "maronês" é um nome inventado pelo fininhO. Parece que teve lá (na serra do Marão) uma experiência desagradável (agradável no ponto de vista dele) com excursionistas que o violaram até à exaustão (exaustão dos excurs., entenda-se...) e a partir daí ficou com esse nome na cabeça e repete-o constantemente.

anonimo2 disse...

não sou paneleir(a) nenhum (a), so estaba preguntando uma pergumta sem má intenção

e tem feminino o gentilicio maronês ?

fpm disse...

Não percebi, anónima abocahanhadeira.

dum dum disse...

Para a Inês, fermosa e de mão segura, e para curiosos autodidatas:

Pompoarismo

Pompoarismo é uma técnica oriental antiga, utilizada por mulheres, que consiste em contrair e relaxar a musculatura do períneo, a fim de explorar com maior intensidade a satisfação sexual, tanto sua como de seu parceiro.

Movimentos básicos

* Chupitar - consiste na sugação peniana assemelhando-se a uma chupeta infantil.
* Estrangular - aperta o pescoço da glande com um dos anéis vaginais.
* Expelir - o corpo do pênis é forçado ficando somente a glande no interior da vagina.
* Ordenhar - massagem no pênis ordenada, utilizando os anéis vaginais.
* Sugar - somente a cabeça do pênis é introduzida na mulher, que tentará sugar o corpo do pênis.
* Torcer - aperta-se os anéis vaginais torcendo-os.
* Travar - a saída do pênis é impedida pela contração vaginal.

in wikipedia !!!!



mas atenção, estes exercícios não são para pôr em prática por quem dispõe apenas de um rudimentar esfíncter anal.
O chupitanço nunca será eficiente e pode provocar nódoas negras no visitante.
Utilizem vosso ânus apenas da forma tradicional.




bons pompoarismos pascais!

fpm disse...

É o Wikipédia, é... O que tu queres sei eu!

g2 disse...

Boa Páscoa e assim.

Referência ao meu comentário sobre as amêndoas! Lede e atentai nele!

:)

sandro disse...

Sim. Boa Páscoa, gentalha.

Cuidai de não sodomizar o coelhinho.

pachita disse...

Bravo, Vareta-san.

Revejo-me em muito do que escreveste.

(Btw, parabéns atrasados).

Beijinhos para ti e para os residentes

Boa páscoa a todos. :)