terça-feira, 20 de abril de 2010


29 comentários:

Gonçalves, o abonado disse...

Isto já é outra coisa. Muito fixe, a primeira.

Filipa disse...

voltámos às pontezinhas...

Zeca Galhão disse...

Ontem estive a ver disto........

Anónimo disse...

Visionários doa caralho, é o que é.

O comboio já tava previsto.

Bela ponte Salazar, foda-se.

Qual 25 de Abril nem o caralho.

O seu a seu dono e mentor.

chOURIÇO

fininhO disse...

PONTE SOBRE O TEJO

Zeca Galhão disse...

Chouras, o fáchista!

fininhO disse...

O nome original está escrito na 2º foto da maqueta... amplia que lês.

Gonçalves, o abonado disse...

A verdade é que isto foi uma obra do caraças, entre a ponte e os acessos. Gostava muito de ver o que foi feito da maqueta grande.

Zeca Galhão disse...

Deve estar num compartimento secreto em casa de alguém...

Zeca Galhão disse...

Tendo em conta a época em que foi construída, mete a novela do aeroporto a um canto.

fpm disse...

Sim, Ginado, a 1ª foto é munta fixe.

Bem bonita, a puta da ponte Salazar, sim senhores.

fpm disse...

A parte quadriculada do piso, sempre a achei fantástica.

Zeca Galhão disse...

Bem, vou trabalhar, foda-se.

Bock disse...

Eish.

A Vara até parece sei lá o quê. Uma tertúlia ou o caralho.

Belas fotos. Costumas dar com esse acervo na latrina, não? Pregado a um prego para a malta limpar as impurezas dos canais descendentes, não?

Zeca Galhão disse...

Vou-me sentar à mesa, com um grupo de pessoas, para tratar de assuntos.

Quanto a vocês, continuem a coçar a micose, que o défice agradece.

fpm disse...

Tu queres é micar a coçadela, Zeca Galhoto.

Anónimo disse...

A ponte Salazar está para o desenvolvimento da margem sul como a ponte de Brooklin está para o desenvolvimento sócio-económico da ilha de Manhatan.

Eça é que é Eça.

chOURIÇO

fpm disse...

Aliás, antigamente, e antes da ponte Salazar, quando os Lisboetas iam à outra margem diziam que iam atravessar o mar, eheheh, quando o que atravessavam era o rio.

Bock disse...

Andaste a ler a revista do Espesso, Maroninho.

eu também.


Prrop!

fpm disse...

Poizandei, eheh.

fpm disse...

Pois em trás os montes há uma aldeia que se chama França, mesmo perto da fronteira, e antigamente havia uns vígaros que diziam aos candidatos a emigras que os levavam "à França" e deixavam-nos ao pé da placa da aldeia e diziam "pronto, chegamos a frança, deixo-os aqui". Isto depois de muitas voltas pelos concelhos...

Bock disse...

Pá...
Mal pergunto, mas... O que é que isso tem a ver com o que quer que seja?

fpm disse...

Com nada, pá...

fpm disse...

Agora foste um bocado parvo, pronto...

Bock disse...

Pá, ter sido só agora já não e mau!

Zeca Galhão disse...

As vertigens deixam o maronês todo confuso, por isso...


ÉFE CINCO

Dum Dum disse...

Olhá Ponte que não é "25 de Abril" porque foi inaugurada a 6 de Agosto e que nunca foi "Salazar" porque o Thomaz iria ficar roído de inveja.
A bem dizer, o nome dela deveria ser "Ponte do Pragal" porque é lá que assenta e porque traz para a capital a praga do suburbano maralhal.

E pontes sobre o Tejo há muitas!

Zeca Galhão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Zeca Galhão disse...

Por acaso, também a 6 de Agosto, mas 21 anos antes da inauguração dessa ponte, também aconteceu algo com bomba e circunstância, lá do outro lado do mundo.