sexta-feira, 18 de julho de 2008

AI QUE EU MORRO!

Decidi partilhar aqui no blogue, esta rara foto de DEUS.

Parece que afinal até existe, mas não era bem o que eu estava à espera.

22 comentários:

fpm disse...

ahahahahah que grande boi

Assento da Sanita disse...

É aquela. 'tás a ver...

fpm disse...

Ya... tens aí alguma coisa?

Anónimo disse...

FêPêMê, pá, respondi-te nos comentos abaixo. E agora podes dizer que faltam vírgulas e que tenho uma minúscula em vez de uma maiúscula. Mas estamos a falar de letras, não de tamanhos de pichas.

chOURIÇO

finorio disse...

o panão tá de bukkake... não vê nada.

fpm disse...

Tu estás a falar de pichas. Agasalha-se-as com as nalgas?????

Anónimo disse...

Desconheço o assunto que trazes à colação, FêPêMê, mas facilmente arranjarás amigos paneleiros que te ajudarão na tua viagem exploratória. E, se a coisa correr bem, com a ajuda do Priapo, poderás casar-te e tudo.

chOURIÇO

fpm disse...

AH, já li, está engraçado. Mas digo-te uma coisa, tens a cá cada ideia...

fpm disse...

O assunto foi trazido por ti, esquecidinho. Ou o diagnóstico será outro?

Anónimo disse...

Eu disse que não estava a falar de tamanhos de pichas, que era de letras, e tu insististe que era de pichas que querias falar. E depois fizeste uma pergunta que eu considero ser do foro homossexual e por isso te aconselhei no sentido de tirares as dúvidas com quem percebesse do assunto. Que não eu, claro.

Não gostaste do fim da historinha do errado e do enganado? Aposto que não estavas à espera.

chOURIÇO

fpm disse...

Não, não gostei de saber que a tua imaginação se alimenta dessa forma. És doente e devias procurar uma companhia, seja ela de ordem médica, seja de ordem sentimental. Como todos sabemos que deves ser paneleiro, deves assumir-te rapidament, talvez isso te ajude.

Anónimo disse...

Ui, o FêPêMêzinho ficou todo ofendido.

Deixa lá, pá, tenho a certeza que a tua mulher não te anda a enganar com o preto das obras.

chOURIÇO

fpm disse...

no comments

Anónimo disse...

Acho piada à tua formulação de certeza e sabedoria, diga-se de passagem: «(...) como todos sabemos que deves ser paneleiro (...)».

Olha que utilizar o verbo saber, na expressão de uma certeza, choca de frente com o resto da frase, «deves ser».

Ou se sabe ou se calcula, pá, não consegues utilizar as duas no mesmo sentido.

chOURIÇO

fpm disse...

ahahahahahahah!!

fpm disse...

Eu até te percebo, mas não te posso ajudar, sorry...

Anónimo disse...

Eu é que não te percebo, mas pronto, que se lixe...

chOURIÇO

fpm disse...

É melhor, é.

fiunix disse...

foda-se! o melhor era um bico à beira mar...

que fatal disse...

ostia adas , eso és tu na la primeira comunião?

estabas desmejorado
francamente

ostia disse...

ahi sobra un articulo LA
perdão

fpm disse...

ahahahahahahahahahahah!!!!