terça-feira, 17 de março de 2009

A REVELAÇÃO




Alvíssaras, amiguinhos!

Eu, Assento da Sanita, venho aqui declarar solenemente que desisti do sexo. Não me interessa: é inútil, pouco higiénico e só servia – quando faltava – para me angustiar e me fazer sentir o mais desgraçado dos homens. Assim, desisto, abdico, deito para trás das costas. É passado. Vade retro! As malvadas hormonas que durante décadas enganaram o meu pobre cérebro, que agora bem podem malhar com força nos meus receptores de dopamina, serotonina, vasopressina e ocitocina que eles estão embotados, secos e empedernidos. Dedico-me agora à elevação espiritual. Mas é um porvir e um fado que tenho, pois eu na minha primeira reencarnação, já tinha abdicado desta animalesca actividade em favor da carpintaria primeiro e depois da pregação e milagres. Sim, espantai! Tenho guardado silêncio estes anos sobre quem realmente sou: é verdade, caros amigos, eu sou Jesus Cristo. Não disse antes porque sou um gajo modesto. Não vos ocorreu que não é coincidência que as minhas iniciais (para aqueles que sabem qual o meu nome próprio) sejam JC? E o meu cabelo e barba amiúde longos e o meu gosto por sandálias, pescadores, secar figueiras, transformar pedras em vianhinhas de mistura, privar com prostitutas arrependidas, esbandalhar estaminés de vendedores ambulantes, ir á sorrelfa a igrejas para matar saudades do meu maior momento de fama e glória (e confesso que dos meus truces principalmente…)? Sexo? NÃO! Repudio! Adeus cunilingus, anulingus, coitus interruptus, clitóris e outras alocuções latinas. Adeus despesas disparatadas em flores e restaurantes japoneses caros, conversas da treta sobre cinema francês e Fernando Pessoa, música romântica, after-shaves com feromonas sexuais, macumbas de amarração e cuecas fio-dental leopardo. Já pedi para falar na ONU, para anunciar que o Reino do Céus começa agorinha mesmo, mas não me respondem ao email. Vou instituir como alimentação oficial apenas óstias, maná e pão ázimo. O sexo vai ser proibido, excepto os minetes, sobretudo durante infecções com Candida albicans das nossas esposas legítimas (para quem tem, claro) para obviar abcessos dentários pois toda a gente sabe que os antibióticos vêm dos fungos (Z?...). E colonoscopias rectais com sondas biológicas, que é o ultimo grito da biotecnologia. Refiro-me aquela de deus nos deu com veias e pêlos. E massagens à epiglote com a mesma sonda. E coisas assim nos orifícios que desejem, mesmo o auricular, axilar ou interdigital.Façam o que quiserem, quero lá saber. Quando morrerem vão para o cemitério, não vão para o Céu...pfff... Buracos em abóboras, melancias, de cabrinhas, oliveiras,o que vos aprouver, aventesmas. Deus Nosso senhor vos guarde. E duques.

(P.S. Também ando desconfiado que sou o Pai Natal)

10 comentários:

Anónimo disse...

tu lo que es é um guarro

Anónimo disse...

era eu
a ostia

Assento da Sanita disse...

Sim sou um javardo. Mas também sou Jesus Cristo. Tenho a certeza, ò óstia. Mais, digo-te que se és a óstia - e sendo esta uma parte do corpo de cristo - não é difícil adivinhar de que parte se trata. Dou-te uma dicazinha: são dois, mais ou menos redondos e têm pêlos.

fpm disse...

Ammolfadinha prá boooola!

dum dum disse...

Que nojo!!!
Dois mais ou menos redondos, com pêlos, com cheiro a arenque de conserva e, aposto, não há creme anti-rugas que lhes dê uma cútis lisa e aveludada!
E ainda há quem comungue!

Preferia fazer um 69 com uma cabra do deserto.

sou eu o fininhO, claro. disse...

O Pai Natal do Marão é o Panão, quando baixa à cidade vende almofadindas para a bola até ficar naquele estado...

fpm disse...

UI, tás cá cuma piada!

õstia disse...

tambem podias é deixar de esnifar bromuro e voltarías a tener apetite sexual o como é lá que se chame em tuga ao ter ganas de follar

e si es quem dizes que és dacá os numbaros dos euromilloes

vá ! tío progre.

Bock disse...

Ah, ah, ah, ah!!!!!!!

é o que eu digo, cona, caralho, foda-se: só tenho tempo para vir cá rir.

Mas, mal, mal, mal, assim, mesmo, mesmo mal estaríamos era se só tivesse tempo para cá vir chorar, olha que porra.

Ali o amigo Banzé anda muito fálico. Ora vão lá espreitar aquela peça dele, não digo que não seja brilhante, mas altamente abichanated, em
http://papamupito.blogspot.com/2009/02/lisboa-cidade-falica.html

Brilhante, oh Banzé.

És tu mais o AdaS, ah, perdão, o JC, poseidónicos e túrgidos raios vos partam bem plo meio da espinhela: feios, porcos e maus. Droga, Loucura, Morte.

Brrr, che schiffo.

fpm disse...

Dizem até aue se andou a sentar naquilo tudo! O Banzé cagou o pé!

ahahahah, mas com piada.