segunda-feira, 16 de junho de 2008

O MEME

O Priapo incitou-me a responder ao ‘meme ateista’ que, parece, circula na blogosfera. Não tenciono vir para aqui com panfletos, nem fazer propaganda sobre o assunto em tom sério, mas como entendo que na Vara cabe tudo o que nos dá na gana, cá vai. Postem propaganda católica, vá. Se quiserem. Ou adventista, ou da igreja mórmon ou satânica ou mandem-me bardamerda (eu vou). Como vos aprouver.


P1. Como definirias “ateísmo”?

R: Pura e simplesmente, a não-aceitação da hipótese da existência de deus. Em si, ‘ateismo’ só descreve uma postura intelectual, pois é um não-conceito. Não faz sentido definir-se ateísmo por oposição a um conceito que se rejeita. Um ateu será alguém para quem a questão da existência de deus, simplesmente não se põe. Na sua diversidade, existe um denominador comum aos ateus, que é a rejeição de um deus com personalidade, atributos definidos, criador pessoal do Universo, a quem se pode rezar, que pode ser agradado, ofendido, respeitado, que é preciso idolatrar e que é representado, entre várias alternativas, por apenas uma religião organizada em particular. Conceitos (e emoções) que respeitam aos processos auto-organizativos da matéria ou ao sentido profundo da realidade, conhecidos popularmente como ‘o deus de Einstein’ são frequentes entre os ateus.

P2. Tiveste uma educação religiosa? Se sim, de que tipo?

R: Não, não tive de todo. Sabia das convicções teístas dos meus pais, mas nunca me impuseram nada. Apenas numa perspectiva cultural ou antropológica, a cultura religiosa, era cultivada na minha família. O conhecimento do conteúdo e história das religiões é das coisas que mais me interessa, diga-se. Desde a bíblia, a textos védicos indianos, leio de tudo.
P3. Usando apenas uma palavra, como descreverias o “design inteligente”?

R: Grotesco.

P4. Que campo científico mais te interessa?

R: De profissão, a Ecologia e Biologia Evolutiva mas por diletância a Física.

P5. Se pudesses mudar algo na “comunidade ateísta”, o que seria?

R: Na comunidade ateísta não mudava nada. A ‘comunidade ateista’ congrega pessoas unidas no propósito de defender da discriminação aqueles que escolhem manifestar a sua não-religiosidade. Pode parecer descabido, numa sociedade liberal e putativamente democrática, mas é real. Falo por mim, ou de pessoas próximas: já presenciei, em face da simples declaração de ateismo: desconforto, perplexidade, choque, mudanças radicais de atitude no relacionamento por parte da pessoa em causa, histeria e reacções verbal e fisicamente violentas. Mais, como me revejo nos princípios Iluministas da separação do Estado e igreja, parece-me que há que persistir na denúncia de promiscuidade naturalizada entre as duas entidades, e.g., concordata, benificios fiscais, posição privilegiada nos media, representação em actos públicos, arte pública, influência em assuntos de interesse público ou de Estado tentando fazendo prevalecer dogmas arbitrários e irrealistas sobre a racionalidade democrática (e.g. a questão do aborto, ensino religioso nas escolas, etc.). Como diz o Obama, ‘temos de pautar as nossas leis apenas por aquilo que todos vemos’.

P6. Se um filho teu te dissesse que tinha optado pela vida clerical, qual seria a tua primeira resposta?

R: A pessoa dos filhos não me pertence, eu sou o pai deles. Tenho de os educar, proteger e amar. Fariam o que bem entendessem, se bem que seria previsível uma dificuldade intelectual no nosso entendimento. Emocionalmente serão sempre os meus filhos.

P7. Qual o teu argumento teístico favorito e como é que o refutas?

R: Não é original, mas é o finalismo (Theillard de Chardin, por exemplo), no processo de evolução do olho. Argumenta-se que no decorrer do processo, ‘meio-olho’ não serve para nada. É errado, a evolução do olho surgiu independentemente, pelo menos sete ou oito vezes em linhas filogenéticas completamente distintas, de onde se demomonstra a sua ‘utilidade’ como vantagem ‘reprodutiva’. Muitos animais com olhos rudimentares (manchas ocelares) tiram deles vantagens inequívocas na sobrevivência individual e reprodução. E depois, claramente, o olho como melhor solução evolutiva, não é sequer a melhor solução ‘tecnológica’. Um designer inteligente faria mais simples e melhor.

P8. Qual o teu ponto de vista mais controverso (na perspectiva dos outros ateus)?

R: Que sou desbragado e não respeito nada. Não é verdade. Respeito os crentes em absoluto e não as crenças em si. A religião é apenas mais uma (falsa, acho) convicção, como a política ou o clube de futebol. Como tal, é passível de discussão, crítica, rejeição, chacota se se entende como prejudicial á sociedade, como é o meu caso. Se houver a possibilidade de outrem considerar que é uma ofensa à sua pessoa em particular, abstenho-me, claro.

P9. Dos “quatro cavaleiros do ateísmo” (Dawkins, Dennett, Hitchens e Harris) qual é o teu preferido e porquê?

R: O Dawkins porque, decidiu dar relevância mundial ao assunto e porque chega a ser bruto como umas casas. O C. Hitchens é o mais divertido e desbragado. Denuncia de forma muito clara os malefícios mais primários da religião: a crueldade para com o próximo, o racismo, a xenofobia, a desprezo pelas crianças, o tratamento discriminatório das mulheres. Dennet é intelectualmente o mais profundo. Tem uma teoria consistente para a génese da religião como fenómeno natural (no livro Breaking the spell). Basicamente fundado na nossa capacidade única para reconhecermos intencionalidade nos outros, que não existe nos outros animais e assim personificarmos tudo. Desde o carro ao Universo.


P10. Se pudesses convencer apenas um teísta a abandonar as suas crenças, quem seria?

R: O Ratzinger. Mas acho que não dava muito trabalho, pois no íntimo é claramente ateu. Ao contrário de alguns outros papas, diga-se. Irrealista seria fazer com que assumisse. Mas que era giro, era! Já estou a ver as multidões em fúria, por lhes tirarem a esperança infantil no sobrenatural, quando ele apelasse, ao invés, à responsabilidade pessoal de cada um. Era estraçalhado na Praça de Pedro, como fizeram á papisa Joana quando caiu do cavalo com dores de parto.

- Nomeia outros 3 blogs para espalharem o «meme»:

Não posso. Só conheço mais dois e estão ao deus-dará: medo de existir e presidente da junta

54 comentários:

Anónimo disse...

uy uy adas que formal..

luí disse...

era eu

luz disse...

quando tiver tempo,lê-lo-ei!!!!

sandro disse...

lê-lo-ei.....???!!!!!


UAI !

Anónimo disse...

as ventagens dos estudos nas escolas, meu sandrete!

fininhO disse...

Cum Ratzinger ou dois! As merdas com que estes caralhos se preocupam, lêem, pensam, divulgam, reflectem e botam faladura… Isto é doutrina, cona! E a um agrupamento de vários marmanjos que professam uma doutrina, chama-se seita, MAIS UMA SEITA! Cona!

Eu cá tou-me nas tintas para se Jesus Cristo anda a foder carneiros ou o Menino Jesus é enrabado pelo burro… que eu cá nessas merdas só acredito que a Maria Madalena tinha umas mamas do caralho, que o sandro anda vestido de gaija a dar ocu no Monte das Oliveiras... e o resto é conversa fiada.

fp&m disse...

E o facto de o Adas andar a papar a bufa ao Abichanado, não te preocupa?

fininhO disse...

A mim não me preocupa nada, cada um papa daquilo que gosta e estou-me cagando para se o outro gosta que o outro lha vá ao cu e que o outro gosta de lhe ir... mas se a ti preocupa, fala com eles e acertem calendários, foda-se! Pior que um panasco só, é um panasca com ciúmes... ò rabeta ciumento!

sandro disse...

ah ah ah ah!!!!

Assento da Sanita disse...

A bufa do Priapo parece que tem muito pêlo, pá.


Ya, e quanto seitas, também pertenço à dos gajos que gostam de bacalhau, que gostam de cus e mamas e dos gajos que não gostam do Paulo Portas.

E um gajo preocupa-se com o que calha. Agora estou preocupado com o jantar.

fininho disse...

é assim memo ò snaita de rabo na boca! Eu agora por exemplo, tenho um jantar de peixe cru num Japas em Alcantara, um aamiga da fininha que faz anos, com umas gandas mamas diga-se, e de maneira que hoje saiu japonês na rifa... e ora foda-se! esta merda do rirual dos anos, ou de ir morfar bitoques para a Portugália ou comer japonês na Europa!? se não se seita é de quê? São bandos caralho! Andamos em bandos...

fininho disse...

... de pardais à solta.

mas eu gosto mesmo é de cagar e bater à punheta! sou um egoísta!

fininho disse...

..ou é altruísta que se diz?

Anónimo disse...

Esta merda não tem turno da noite?


gaita

Anónimo disse...

clonito says:

...depois digam que é a minha pessoa que vos enche a bufa de clonagens!

fininho disse...

A minha bufa é vossa!

...até já tenho os joelhos esfolados do filho da puta do tapete de arraiolos

Bock disse...

... grato pela oferenda, despudorada e despida de preconceitos, mas eu cá quero é que tu e a tua bufa vão apanhar - como diz o Pricoiso - dentro da peida.

E ficas sabendo que se bem que seja teoricamente possível gramar de cona e não gostar de sushi, uma coisa é certa: gajo que não gosta de sushi, é certo que não grama de cona.
Vê lá isso, portanto, porque tá-me cá a parecer que tu é mais boys bandos.

clonito says disse...

A minha bufa é vossa!

...até já tenho os joelhos esfolados do filho da puta do tapete de arraiolos

fininhO disse...

bem me parecia que aquilo ali era a bufa do clonito... porque da minha só sai, não entra nada, só serve para cagar... e se eu gosto de cagar!

Papa disse...

Caralhos vos fodam!
Que blogue paneleiro é este?

fp&m disse...

O fininho de pissa anda a ser comido por um Japonês chamado Chuxi? Ca ganga paneleiro, pá... Seita do caralho.

sandro disse...

Seita..ridis!

Allez.

Anónimo disse...

Bom dia.

Li o post do abichanado e este do AdaS. Estou muito mais próxima das palavras deles do que de qualquer religião. Eles fazem muito mais sentido do que qualquer reza. Pelos vistos, sou ateia e não fazia ideia que o era assim tanto.

(não me desanquem muito, tá?)

Beijinhos

pachita

fininhO disse...

Põe-te com coisas põe! Levas uma tareia de picha que até andas de lado!

fp&m disse...

Gaja que é ateia, mama em apneia.

Já dizia o velho Herodes...

Anónimo disse...

sim...
si nao puedes , pues te fodes, como herodes
;-)

fp&m disse...

Oh sim, ZC ZC ZC ZC ZC ZC!!!!!

(me liga, vai)

Papa disse...

CALOU!

sandro disse...

MAMA AQUI, PAPA-PICHAS.

papa disse...

Não fumo beatas, ó picha-mole.

luz disse...

estão mesmo malucos!

a pedir tanta coisa paneleira,parece ser que algúm deles seja mesmo isso,além de abichanado.

mas do resto, são quase adoráveis(eu que sou ateia mesmo, estou a falar de adorações)

Assento da Sanita disse...

Ah, ah ah ah.

Bemvinda ás hostes ateias! :-)

Sim, dizem que certos rituais iniciáticos na seita dos ateus que implicam ir à funcão repetidamente e com abnegação...

sandro disse...

ah, bela sardinhada com uma valente salada de pimento...

Anónimo disse...

isto é só um exemplo

Depuralina

Anónimo disse...

obrigada,assentito!

sabes dos meus gostos.

estou quase para o concurso....e não posso com a minha vida.

deixo-os uns beijos, para partilharem como bons irmãos.

fp&m disse...

Ok. Vá, Sandrette, divide aí o teu beijo com os colhões do fininhO, anda.

fininhO disse...

oh assentito, o que vale é que sabes os gostos de toda a gente, e os do priapo, tendes... já os do f com &... o panisco anda cheio de ciúmes...

fininhO disse...

... e o sandrete desde que f com & lhe meteu os palitos contigo, anda por aí com os entrefolhos aos pulos a ver se sobra algume coisa pra ele...

sandro disse...

O f&p&m&ocaralhoqueofoda vai pôr o cu a render no São João.
É aproveitar e ir-lhe lá "martelar"...

sandro disse...

...e o fininho no Santo António metia os manjericos no cu. Vasos e tudo.

fininhO disse...

ui que cheirinho

sandro disse...

...isso é o f&p&m&levanocuquenemumamaluca que se descuidou.

anonimo C disse...

tchs...
marikitas

anonimo C disse...

vas ver tu lo que dura la adoracion

Anónimo disse...

pues eso, lo dicho.

Lluiseta sabes como llamaban a los mariquitas los de mi pueblo?

MANFLORITAS!

Anónimo disse...

O que tu adoras é chupar uma coisa que todos sabemos.

Papa disse...

Oremos...

Anónimo disse...

no os olvidéis que en españa no se adora.

y además soy atea.

para más inri, no suelo hacer guarreridas españolas con desconocidos.

Anónimo disse...

nota:lo que vosotros adoráis es que os chpen esa cosa, que es un tema de amplio debate.

otra cosa es que consigáis que os la chupen.

QUICAS disse...

FODA-SEEEEEEEEEEEEEEE


porque e que me tiraram o nome Quincas dali da vara?!!
Ohhhhhhh

desapareceu porque?!!
QUICAS

quicas disse...

A CULPA DEVE SER DO FININHOOOOOOO


Esse gajo gosta tanto de mim como sei la o quê....



:-(

Anónimo disse...

Chupista:estamos a tua espera para sermos chupados. Tu és perita e não te cansas de chupar tudo o que aparece.

Anónimo disse...

mmmmmmmmmmmmchupistaquenome tãolindoquetematuamãemmmmmm

Anónimo disse...

Chupadora deixa a minha mãe em paz que só chupa no meu pai. Tu é que chupas em todos os que te aparecem penso eu de que.
e não vale a pena escreveres palavras assim que se custam a ler, caralho. Escreve como deve ser.