quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

As NEREIDES, essas grandes fressureiras.




Ah Nereides, deusas de todos, que vossas róseas naturezas abluís na salgada Talassa; frémitos, veneais desejos e furores ardentes em vosso redondo palpitante ventre: não têm nunca redenção senão nos fraternais lábios e línguas. Tríbades aquáticas, sáficas meias-pescadas de rabo-na-boca lambendo as grutas do Amor; fragantes odores da carne-mijada confundindo a maresia. Tossicais com graça, finos pêlos na garganta enquanto cantais doce odes à espuma. Sus! Que o libidinoso Tritão se aproxima, de verga rija como o bacalhau ou a sardinha de escabeche, entesoada por acre vinagre, mas túrgida de doce leite: grosso como as ovas das peixas. As peixas, que por todo o largo mar Oceano largam langonhas de alvos ovos, nas algas e nas rochas. E os peixes varões que em tais esbranquiçadas postas de nhanha se aliviam depois, esvaziando as cloacas prenhes de sémen de peixe? Graciosos guinchos e gritinhos ecoam nas rochas batidas por lânguidas e benévolas ondas. Vêm-se as ninfas, esguichando acre néctar na boca, olhos e orelhinhas das amigas.No fulgor climácico do Amor, partem espinhosos ouriços-do-mar com vigoroso aperto das glabras (mas frementes) vulvas e nelas raspam ásperos mexilhões e lapas. Com grossos talos de laminárias, pepinos-do-mar e espinhosas holutúrias zurzem, até ás entranhas, os alvos traseiros, enquanto as peixas volteando puliram, ploc ploc, nas cristalinas poças-de-maré e vão cagando copiosos lastros de ovos por todo o lado, emporcalhando de alva gosma toda a zona intertidal. Quer montar as Nereides, pois, o fogoso Tritão: mas escapulem-se-lhe estas, quais elusivas Larvas, para grutas cheias de muitas peixas, alguns polvos, e um bacalhau. Fica a arrepelar o besubo, bisonho, mirando as ondas, o Tritão, largando a grossa enxurrada para cima das peixas.

FIM

10 comentários:

dum dum disse...

(se a pregunta artás era par mim)


-UM


e não se chama - de fato nem no B.I. - "Moreno Estrangulado"

dum dum disse...

...e, se não ofende perguntar, que tendes contra o apadrinhamento "à espanhola"?



(será q'aLui sabe o que é, em tuguês, ser "padrinho à espanhola?)

Assento da Sanita disse...

Ave beatus vir Dum Dum. Nec pluribus baetam enfiavit. Haec est quod haec.

Assento da Sanita disse...

Assentus fugit.

dum dum disse...

Que eunucos se oporão ao casamento entre nereides?
Estarão no armário ou no porão?

Eunucos no armário, parece-me uma ideia muito fetichista.

Isso e um Tritão de latex.

luí disse...

não lo sei

Bock disse...

ah, ah, ah, ah!!!!!
Grande Adas, caralho, cona!

fininho disse...

o cabrão sentado num piço, cansado e farto de tanta pesquisa com fartazana de experimentação naquele canal rectal, (arrancou um “muito bom com distinção” numa tese para Doutor curar paneleiros) qual descendente dos macacos, deu-lhe agora para observar o sexo inverso… as conas e os seus comportamentos umas com as outras. Agora para nova tese sustentada na observação (que o gjo ali não toca) quer provar que pão com pão não funciona, mas que dá pano para mangas…

fininho disse...

... e que quando o mar bate na rocha quem se fode é o mexilhão… mas essa merda toda a gente sabe.

fpm disse...

Inspiradíssimo, Adas!

Bom dia, aí.