sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009




Continuação da correspondência entre os pioneiros da psiquiatria (1809). Do arquivo morto da vacaria ‘Diese Kuh ist Oberschenkel’ em Leipzig.

‘Estimado
Dr. Alexander von Humboldt

Hesitei antes de lhe dirigir esta epístola, de tal forma, confesso, me intimida seu mister e sapiência. A vós, excelso Mestre, que buscando a Luz do Conhecimento, cruzaste bárbaras e longínquas paragens das regiões equinociais, inquiriste as profundezas do Cosmos e tiveste a justa e completa visão da Natureza, me dirijo humildemente e esperando que concedas alguma atenção às minhas palavras.

A sugestão que os métodos terapêuticos do homossexualismo me possam e ao Dr. Knecht, interessar, é descabida e mais, vinda de vós, rafado pederasta, de um cinismo só proporcional à tua vontade de deglutir até à boca do estômago, gordos marsapos cavalares e rebentar o cólon com as investidas ininterruptas de um batalhão inteiro de cavalaria hussarda que lhe transformariam o já massacrado anús num hematoma purulento. Acaso pensaste em teu namorado Aimé de Bonpland, pobre homem, que te acompanhou nas selvas do Orinoco e depois ainda está preso no Uruguai acusado de espionagem? Sim, ele agora engole certamente litradas de insalubre meita de índios, pretos e malcheirosos e brutos colonos espanhóis e portugueses, até esguichar pelos ouvidos e olhos. E tu abandonaste-o, monte de esterco pútrido e repelente. Bosta germânica fermentada, maricas teutónico que gosta de deambular pulirando pelos campos apanhando florzinhas..Concebeis actividade mais gritantemente efeminada e homossexual? Eu não. Mais, as possantes descargas eléctricas que lograste introduzir no recto já pouco se fizeram sentir, por certo, pois tão calejado vazadouro estará curtido como dura sola e nada sentiste. Encontro-me em Portugal, um extremo bárbaro da Europa, mas na agradável companhia de um abade muito sapiente e culto, o doutor Correia da Serra, que regressado que foi recentemente dos agora designados Estados Unidos da América me asseverou que, sendo versado nas artes e filosofia natural, o presidente Benjamim Franklin, amante de papagaios de papel e coriscos de trovoada, também já tinha feito a experiência de conduzir o raio até ao ânus para assim gozar cósmica e hiperbolicamente. De rompante, o possante merdoso esguicho que lhe surgiu das calças foi atingir um sino de igreja e rachou-o, imagine. Por isso, outros há que reúnem as mesmas características de invertido e engenho científico. Não penseis ser uma grande coisa, apenas um boche paneleiro e convencido que apanha flores, qual catequista apaixonada. As tuas façanhas botânicas na selva amazónica suplantou-as, anos antes, o português Alexandre Rodrigues Ferreira, mas ele não teve a mesma sorte que tu, nem os auspícios de um imperador invertido como o nosso. São imerecidas as honras que granjeais na Academia e internacionalmente. Podeis ainda segurar o facho da Grande Loja da Alemanha, mas mereceis é, ao invés, ser empalado por ele e a cátedra de Filosofia Natural da Universidade de Gottingen é honra que mais depressa merece o palhaço Pickelherring, pois pelo menos não se borraria lá por incontinência, como sua excelente mercê, o paneleiro-mor da Alemanha.

Com os cordiais cumprimentos de
Dr. Hans Schreber’

30 comentários:

sandro disse...

Diz-me uma coisa, pázinho, que tenho o espírito atormentado.

Um texto destes, é coisa para ser escrita em que espaço de tempo?

Tenho para mim que assim que a veia se te começa a latejar, fazes a coisa a eito, sem tempo para perderes com essa necessidade básica do ser humano conhecida como "respirar", e só páras no Samouco.

De um ponta à outra, é o quê? 3 mn? um pouco mais?












Ah, mijo-me a rir com o post, ahahahahaha

sandro disse...

ah, TERCEIROS!!!!!

sandro disse...

(...eu não disse? não quereis crer cá no menino, ódespois arrependei-vos amargamente. Assim como aquela qualidade de amêndoa, que se vende engarrafada...)

sandro disse...

(foda-se! esta da associação entre o "amargo" e a amêndoa engarrafada", a levar o pensamento para as garrafitas daquele licor que se bebia em doses industriais...quando as garrafas de VAT69 já jaziam vazias há bué e a malta já não tinha mai'nada para beber, foi brutal!)

sandro disse...

E pronto! com esta, são 5 sem tirar.
Vou descansar um pouco que já se me secaram os coisinhos...

g2 disse...

Estou quase a vomitar...

Blurghhh...

g2 disse...

A existência do meu querido amigo ADAS, é a prova provada de que há vida inteligente noutros planetas, deduzo que longínquos...

Claro está que ele pode muito bem ser um terráqueo, não digo que não, mas... não acredito!

Bock disse...

Bela posta, AdaS, para não variar... :)

Conastato é que andas solidário com o sofrimento do povo do Sertão.


Pois é. As coisas que nos aparecem à frente. Parece que, afinal, ADAS não é sigla só de Assento da Sanita, mas também de Associação Dos Amigos Solidários!!!

E não, não é uma associação de pegas d'empurrão, abafam-a-palhinha e o caralho a sete. Não!
é mesmo uma associação, tal e coiso. Ora confiram lá:
http://adasamigosolidarios.blogspot.com/

:D

fpm disse...

Sempre em forma, Adas, ahahahah!

(Coisa que não se pode dizer do filho duma égua cega, manquinha e javardona que apitou ontem o Sporting...)

sandro disse...

Levaste na tarraqueta....e bem.

Agora....CALUDA!

fpm disse...

Maluda?

Chupa-mos, boi!

Assento da Sanita disse...

A associação dos amigos solidários não anda a cimentar empresários portugueses em Fortaleza (PS. já vi o dito blog).

Sandro: manda-me a receita dessa merda que andas a tomar.

Assento da Sanita disse...

E vejam também, mais um grande português esquecido:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Alexandre_Rodrigues_Ferreira

digo.. disse...

que ostia va a ser português esquecido si ahi pone que nasceu em Bahia

Ardina Digital da Silva disse...

"Amadora - Homem invade sex shop para violar boneca insuflável" in DN

"Lourinhã - criança presa dentro de um microondas come seu próprio pé" in Público

"La Féria inicia ensaios do seu novo musical a estrear em Maio - Vatican Pussy vs. Fatucha Godzilla" in JL

"Scolari despedido do Chelsea" in CM

"SIC estreia novo concurso - "Quem quer ser protozoário?"

"Bispos portugueses acompanham situação de crise económica: vai haver racionamento de hóstias" in Jornal da Madeira

Assento da Sanita disse...

Devo esclarecer que no século XVIII, o Brasil fazia parte do Império Português, ó lólita.

Assento da Sanita disse...

Vou doar a minha próstata, por já não me fazer falta. Se qlguém precisar....

VD disse...

Eu!













...não preciso! ;)

VD disse...

Mas sei de um cigano aqui de Aljustrel que levou um tiro no almerindo,de um cigano da Messejana, e que apesar de já ter vários filhos, dava-lhe jeito uma próstase :D

sandro disse...

Ficámos sem saber de que cigano são os filhos.

E lecciona esta catraia aquilo que sabemos.

E já para não referir a tal da "próstase"...

Tristeza.

Varina Carina disse...

... Tristesa?


Tristesa é ser apanháda a róbare, isso é que é tristesa!!!!!!


Paaaa-lhásso!





OLHÁ MARUCA CON---FSQUIIINHAAA!!!!

ostia disse...

tu sabrás mejor que é teu imperio

lolito apróstata

Pompónio Flato disse...

...Ops, dei uma bufa!

Janeca Gona disse...

E saiu, o preservativo?

sandro disse...

Bom dia, éfe.

fpm disse...

Olá, sandro, viste-me a chegar?

VD disse...

Pra já não se diz "de que cigano são os filhos" mas sim "de qual dos ciganos são os filhos".

Para a Varina Carina (um alter-ego do Sandro inspirado em alguém que não faço ideia quem seja):

"Senhora da Nazaré"
Senhora da Nazaré rogai por mim/
Também sou um pescador que anda no mar/
Ao largo da vida aproei nas vagas sem fim/
Está meu barquito de sonhos quase a naufragar/

As minhas redes lancei com confiança/
Colhi só desilusões no mar ruim/
Perdi o leme da esperança/
Eu não sei remar assim/
Senhora da Nazaré rogai por mim

fpm disse...

Óóóóóó fooooda-se....

Anónimo disse...

Para a Vaquinha Desdentada:

Senhora do Jardim
Senhora do Jardim regai por mim
Também sou uma cobra zarolha
Quando me zurzem, não há escolha
É um vomitar sem fim

Nos tintins me tocam com confiança
O Milú ladra e vai em aventuras
O prazer é meu em ter esperança
De apanhar ratinhas maduras.

ostia disse...

pomponio , ya sabes porque te ocurre eso, por beberes aguas de rios


burro